PUBLICIDADE
Notícias

Facebook contrata 3 mil funcionários para revisar vídeos com discurso de ódio

De acordo com o fundador, a intenção de aumentar a equipe tem como objetivo acelerar a análise de denúncias de imagens feitas pelos usuários

14:44 | 04/05/2017
Logo do Facebook e uma mão segurando um celular
Logo do Facebook e uma mão segurando um celular

[FOTO1]

Mark Zuckerberg, fundador e dono do Facebook, anunciou nesta quarta-feira, 3, por meio de uma publicação em sua página, a contratação de três mil novos funcionários para revisar vídeos que pregam discurso de ódio e outros crimes em sua plataforma.


De acordo com o fundador, a intenção de aumentar a equipe tem como objetivo acelerar a análise de denúncias de imagens feitas pelos usuários.


O post também informou que os novos funcionários deverão ser contratados até 2018, evitando situações em que os usuários façam vídeos ao vivo ou a publicação de conteúdos na rede social com pessoas feridas ou tentando cometer suicídio.


Marck Zuckerberg ressaltou que a plataforma também receberá novas ferramentas que torne mais simples a comunicação e denúncia dos usuários.

 

Redação O POVO Online

TAGS