PUBLICIDADE
Notícias

Pesquisadoras brasileiras criam plataforma para facilitar ida de estudantes a Israel

O foco no nordeste brasileiro é devido às similaridades do clima, da falta d'água e das necessidades básicas da população

23:28 | 27/04/2017

Beersheva, Deserto de Neguev - As pesquisadoras brasileiras Isabel Portugal e Daniela Jerszurki desenvolveram uma plataforma online para facilitar a ida de estudantes e professores do nordeste do Brasil para o Instituto Blausten de Pesquisas sobre o deserto, da Ben-Gurion University of Negev.

A plataforma online (negevnetwork.com) oferece informações, orienta sobre o processo de escolha do orientador e aplicação para bolsas de estudo.

O Instituto Blausten é reconhecido mundialmente pela excelência em pesquisas nas áreas de tecnologia aplicada à agricultura, hidrologia, microbiologia, recursos hídricos e desertos.

O foco no nordeste do Brasil é devido às similaridades do clima, da falta d'água e das necessidades básicas da população.

Podem ser encontrados na plataforma: programas de cooperação entre institutos de pesquisa, sustentabilidade de mulheres no campo e de troca de tecnologias para o semiárido.

Assista ao vídeo:

[VIDEO1] 

O jornalista Luiz Viana viajou para Israel a convite do Banco do Nordeste

 

TAGS