PUBLICIDADE
Notícias

YouTube é acusado de esconder conteúdo LGBTQ em Modo Restrito

YouTubers estão reclamando que conteúdo está desaparecendo

14:25 | 21/03/2017
NULL
NULL

Em 2010, o Youtube criou o Modo Restrito para evitar que conteúdo potencialmente ofensivo fosse exibido a públicos mais sensíveis como crianças. Conteúdos extremamente violentos ou sexualmente sugestivos são exemplos de temas considerados ofensivos.

No entanto, muitos youtubers têm questionado o motivo de vídeos com temática LGBTQ, que não se possuem conteúdo ofensivo, estarem desaparecendo do Modo Restrito.

[FOTO1] 

A criadora de conteúdo Rowan Ellis denunciou que cerca de 40 vídeos do seu canal despareceram do Modo Restrito. O Youtuber  Tyler Oakley se manifestou no Twitter sobre o caso: "Until we hear back from @youtube, please actively check on all LGBTQ%2b creators you're subscribed to & continue to support their content." Em tradução livre: "até que escutemos a reposta do @youtube, por favor, chequem ativamente todos os criadores LGBTQ%2b que vocês são inscritos e continuem a apoiar o conteúdo deles".

Outros vloggers também perceberam o mesmo comportamento em seus canais e levantaram a hashtag #YoutubeIsOverParty, algo como “o Youtube está acabado”. No Brasil, o criador Federico DeVito escreveu: "Espero a melhor explicação possível pra tremenda babaquice que o YouTube tá fazendo. #YoutubeIsOverParty"

Em resposta, o Youtube afirmou que “Somos orgulhosos de representar as vozes LGBTQ%2b em nossa plataforma – Elas são parte essencial do que o Youtube é.” Acrescentou ainda que “os vídeos LGBTQ%2b estão disponíveis em modo restrito, mas, vídeos que discutem temas mais sensíveis podem não estar”.

 

 

 

TAGS