PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Marinha e Universidade de São Paulo enviam 80 respiradores para Manaus

Os 40 respiradores disponibilizados serão entregues em 4 lotes: 5 serão entregues hoje (15), mais 5 no sábado (16) e outras 20 unidades no domingo (17). As 10 unidades restantes serão entregues na semana que vem

21:20 | 15/01/2021
Erro de logística da FAB gera atraso no transporte de oxigênio para tratamento de pacientes de Covid-19 em Manaus e agrava colapso no sistema de saúde da região (Foto: Divulgação/Centro de Comunicação Social da Aeronáutica)
Erro de logística da FAB gera atraso no transporte de oxigênio para tratamento de pacientes de Covid-19 em Manaus e agrava colapso no sistema de saúde da região (Foto: Divulgação/Centro de Comunicação Social da Aeronáutica)

O Comando da Marinha do Brasil anunciou hoje (15) que enviará 40 equipamentos de suporte respiratório emergencial do tipo Inspire para Manaus. Os respiradores serão recebidos em dois lotes, o primeiro com 26 unidades e o segundo com 14. Medida ocorre um dia após procuradores de justiça do Amazonas pontuarem que erro de logística no transporte de insumos feito pela Força Aérea Brasileira (FAB) agravou o desabastecimento de oxigênio na região

Desenvolvido a partir de uma parceria entre o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo e pesquisadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), o Inspire pode ser usado em locais remotos e em unidades de tratamento intensivo (UTIs), já que é portátil e não depende de ar comprimido. 

O estado de São Paulo também se prontificou a enviar respiradores para Manaus. Os 40 respiradores disponibilizados serão entregues em 4 lotes: 5 serão entregues hoje (15), mais 5 no sábado (16) e outras 20 unidades no domingo (17). As 10 unidades restantes serão entregues na semana que vem. 

Em redes sociais, a Secretaria de Comunicação do governo federal informou que pacientes internados na cidade de Manaus estão sendo transportados para outras oito capitais para desafogar a rede de atendimento local. O transporte é feito com o apoio de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos em Manaus (AM) começam a ser transferidos nesta sexta-feira (15) para oito capitais, a fim de desafogar a rede assistencial pública e privada do Amazonas. A articulação envolve os governos estaduais e do Distrito Federal. Segundo informa a nota, Manaus receberá ainda nesta semana 5 mil m³ de oxigênio líquido para ajudar no atendimento de pacientes que necessitem de respiração artificial.