PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Conheça as fases e os fatores que podem promover uma melhor noite de sono

Luana Façanha
10:26 | 04/04/2020
Existem mais de 80 doenças relacionadas à privação de sono
Existem mais de 80 doenças relacionadas à privação de sono (Foto: O POVO.DOC)

Além dos cuidados necessários ao combate do coronavírus, como o isolamento, é importante aumentar a imunidade para fortalecer o corpo. Para isso, além de uma alimentação saudável e exercícios físicos,  a regulação do sono é fundamental para a saúde, pois contribui para uma renovação celular e hormonal que pode auxiliar no combate a doenças. 

“Pesquisas sobre imunidade, que nesse momento se tornam preciosas, provam que há uma relação entre o sono e a imunidade, como também em relação a vários aspectos da nossa vida, como como concentração, memorização, estado de humor, para o desempenho no exercício físico, e até para a perda de peso, por conta das células de crescimento”, explica a psiquiatra Francinete Giffoni.

Ela comenta que o sono está relacionado ao sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo contra diversas doenças. “Estudos comprovam que pessoas que tem uma noite de sono insuficiente têm uma chance cinco vezes maior de contrair doenças”, detalha. 

Um dos principais fatores que influenciam na questão do sono é o horário e a luz do ambiente em que estamos dormindo. “O principal hormônio responsável pela primeira fase do sono é a melatonina, que precisa do escuro para ser produzida.” Ela explica que o ideal é passar as oito horas recomendadas de sono no período noturno, antes do sol raiar. Logo, procurar dormir mais cedo, em um quarto sem iluminação, ajuda a acordar em um horário ideal para que o cortisol, responsável pela energia que usamos no dia a dia seja produzido corretamente.

“Durante a noite, por volta de 23h, o cortisol diminui. Quando é por volta de 5h, 6h da manhã, momento em que as pessoas geralmente dão início às suas rotinas, o cortisol volta a ser produzido pelo corpo, o que implica na energia que precisamos para o dia a dia”, complementa.

Atualmente, segundo a psiquiatra, pesquisadores dividem o sono em quatro fases. A primeira é a responsável pela produção de melatonina, que fornece o relaxamento muscular. A segunda é quando são ativados os hormônios de crescimento, que renovam as células e estruturas do corpo. Depois, é a fase que permite que o cérebro organize aprendizados e acontecimentos do dia na memória. Por fim, chegamos à etapa em que o corpo descansa para produzir mais energia para o dia seguinte.

Dicas para uma melhor noite de sono

1. Dormir mais cedo

2. Procurar um ambiente escuro para dormir, pois a luz pode interferir no sono

3. Diminuir o ritmo em horários próximos ao descanso, meditações e fazer um relaxamento corporal estão entre recomendações para uma melhor noite de sono.