PUBLICIDADE
Saúde
IMUNIZAÇÃO

Com resultado abaixo do esperado em vacinação, Ceará faz mobilização para tentar bater meta

Estado realizou mais um dia de imunização contra poliomielite, sarampo, rubéola e caxumba

23:05 | 01/09/2018
O Ceará realizou, neste sábado, 1º, mais um dia de imunização contra a poliomielite e o sarampo nos 30 municípios que não atingiram a meta de 95% na campanha nacional, que terminou na última sexta-feira, 31. Em Fortaleza, 19 novos postos de saúde abriram das 8 horas às 16h30min para atender o público-alvo - crianças acima de um ano e menores que cinco.

Garoto recebe vacina na boca
(Foto: Alex Gomes/especial para O POVO)

No posto Paulo Marcelo, no Centro, o movimento foi tranquilo para aqueles que perderam o período oficial da campanha. A contadora Aurita Brasil, 48 anos, conta que não demorou para conseguir imunizar a filha Steffi, 3 anos. Ela explica que perdeu o prazo porque estava de férias no Exterior. “As mães precisam ficar atentas pra sempre levar os filhos pra vacinar, quer seja na rede pública ou, quando tiver condições, na rede particular”, lembra.

O engenheiro Roberto Mendes, 50 anos, procurou o Centro de Saúde do Meireles para levar o filho Miguel, 4 anos. O pai explicou que não vacinou o filho na mobilização do último dia 18 porque o pequeno estava adoecido no dia. Segundo ele, o atendimento ontem levou cerca de 15 minutos.


“É importante para a criança e para a sociedade como um todo. Quanto menos doença a gente tiver e quanto mais a gente puder prevenir, menos a gente e o governo vai gastar com isso no futuro. É melhor prevenir do que remediar”, reflete Roberto.


A coordenadora de enfermagem do Centro de Saúde do Meireles, Célia Soares, avaliou a demanda, pelo menos, durante a manhã, como “acima do esperado”. Célia informou que, no último dia 18, a unidade de saúde realizou 250 imunizações e, ontem, a expectativa era de pelo menos mais 150. Ainda segundo a coordenadora, é importante lembrar que a vacina tríplice viral previne não só contra o sarampo, mas também caxumba e rubéola.


Conforme o sistema DataSUS, até ontem, foram aplicadas 468.960 (92,1%) doses da vacina poliomielite, e 470.063 (92,3%) doses da vacina tríplice viral.

ISAAC DE OLIVEIRA