PUBLICIDADE
Saúde
problemas odontólogicos

Entenda como funciona a lente de contato dental, que fez Simaria perder todos os dentes

Segundo o dentista Marcelo Figueiredo Magalhaes, o procedimento é seguro. Se executado corretamente, existem casos que duram até 25 anos

23:24 | 10/08/2018
Foto: Reprodução/Instagram
 
Após ter tido problemas com as lentes de contato dentais que instalou, a cantora Simaria, da dupla com a irmã, Simone, revelou que perdeu todos os dentes. De acordo com a cantora, ela descobriu o problema após seu atual dentista perceber que algo não estava bem com as lentes antigas, que foram colocadas por um outro profissional. "Quando ele mexia saía até pedaço de cerâmica do dente de dentro da gengiva. Não teve a ver com tuberculose", explicou.
 
O POVO Online conversou com um dentista, especialista em odontologia estética, e procurou esclarecer todos os detalhes sobre as lentes de contato dentais e quais as possíveis causas do problema de Simaria. Confira abaixo a entrevista com Marcelo Figueiredo Magalhaes.
 
O POVO: O que é a lente de contato dental?
 
Marcelo: É uma película de porcelana que é aplicada por cima dos dentes. Ela é uma capa fina, que modifica cor e formato dos dentes. Ela pode fechar espaços, pode corrigir alguma pequeno erro de posição, e faz alterações de cor de maneira definitiva nos dentes.

OP: Como é feita a lente?
 
Marcelo: É feita a partir de um pequeno preparo nos dentes para eles receberem essas lentes. Esse preparo é um pequeno desgaste para fazer com que ela encaixe nos dentes e você obtenha uma conexão perfeita entre o dente e da lâmina de porcelana. Existem diversas técnicas em que o profissional faz esse preparo, realiza uma cópia desse preparo através de moldagem ou de escaneamento digital e envia a cópia para um laboratório. Com isso, as lentes são confeccionadas em um laboratório próprio pra isso com porcelana de altíssima qualidade. Uma porcelana bem rica, bem bonita e bem dura. 
 
Depois, ela é colada no dente do paciente com uma resina específica, que é uma material odontológico para a colagem dessas lentes.
 
OP: Qualquer um pode aplicar?
 
Marcelo: Não. Os pacientes precisam estar aptos a fazer a colocação das lentes. Existem contraindicações. 
 
Muitas vezes o paciente espera colocar as lentes para se livrar de aparelho ortodôntico, mas esse não é o caso. Às vezes o paciente precisa passar pelo tratamento do aparelho para organizar os dentes, e só então colocar as lentes, para mudar a cor e o formato dos dentes. Grandes alterações de posição são feitas com o aparelho, não com as lentes.
 
O paciente também precisa estar com os dentes sadios na hora da aplicação. Restaurações por fazer, problemas nas gengivas, problemas periodontais, problemas de canal... Todos esses impossibilitam a aplicação. 
 
OP: Quanto custa em média?
 
Marcelo: É uma parte delicada de se falar. Não podemos falar sobre os custos por causa do código de ética do Conselho Regional de Odontologia.
 
Cada paciente tem a sua necessidade específica, o que ocasiona uma variação nos preços. Varia pelo número de dentes, a técnica utilizada e de acordo com a dificuldade do caso. É impossível falar de custos sem examinar e avaliar muito bem o paciente.  

OP: Dura quanto tempo?
 
Marcelo: O tempo é indeterminado. Existem estudos que falam que os laminados duram em torno de 10 a 15 anos, outros citam casos que duram entre 20 e 25 anos... Então, é um prazo indeterminado. Não tem um período mínimo ou máximo, não existe a necessidade de troca. O paciente só vai precisar modificar, substituir ou fazer alguma tipo de alteração se tiver algum problema.
 
OP: Quais cuidados é preciso ter?
 
Marcelo: Depois de instaladas as lentes são como dentes. O paciente sente naturalidade como os dentes. Em termos de adaptação, ele não deve sentir nenhum tipo de desconforto.
 
O cuidado que é necessário é a escovação e o uso do fio dental, mesmo cuidado que deve ter com os dentes, cuidados de higiene. Além da avaliação com o dentista de seis em seis meses.   

OP: O procedimento pode causar alguma complicação?
 
Marcelo: Os procedimentos são muito tranquilos. O paciente não sente dor nem sensibilidade. Se for bem planejado e bem executado, o procedimento tem uma altíssima taxa de sucesso e de conforto para o paciente. 
 
OP: A cantora Simaria, da dupla com Simone, revelou recentemente que teve problemas com as suas lentes dentais. Segundo ela, o dentista não conseguiu ainda identificar qual foi o erro do profissional que fez a aplicação das lentes, mas os dentes dela estão "caindo". O que pode ter causado esse caso? Aplicação errada, produtos incorretos? Quem faz a aplicação das lentes tem que estar preparado para passar por isso, ou é um caso isolado?
 


Marcelo: Na verdade quem faz a aplicação das lentes não precisa se preocupar com isso, desde que o profissional seja competente. Esse caso foi um fato bem isolado e, com as devidas manutenções, essas situações podem ser diagnosticadas com bastante antecedência, diminuindo o problema.
 
 É difícil comentar ou julgar sem ter examinado o paciente e sem ter visto a sua condição inicial.
 
O que pode ter causada a situação é um problema por conta de excesso de porcelanas ou do material de colagem. Isso pode estar gerando inflamação gengival e, consequentemente, um problema na região periodontal, que é gengiva, dente e osso. 
 
Uma outra possibilidade é infiltração das lentes e os dentes estão ficando com cáries em regiões que difíceis de serem tratados.
 
A causa pode ter sido o uso de produtos incorretos, o que é pouco provável. É mais provável que tenha sido por causa da aplicação. Ou por uma indicação errada ou por uma confecção errada das peças, de maneira que elas não ficassem bem adaptadas. 
 
Com informações do repórter Israel Gomes

IZADORA PAULA