Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Bactéria que pode causar meningite faz Anvisa suspender venda de vegetais congelados importados

Estudos sugerem que o contágio está ligado a uma série de vegetais congelados produzidos na Hungria
22:40 | Ago. 23, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

[FOTO1] 
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta quinta-feira, 23, a suspensão da venda e distribuição de vários lotes de vegetais congelados importados. A decisão foi tomada após o órgão ser notificado pela Rede Internacional de Autoridades de Inocuidade dos Alimentos (Infosan) sobre uma contaminação dos produtos pela bactéria Listeria monocytogenes.

De acordo com nota divulgada no site oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS), desde 2015, cerca de cinco países da Europa chegaram a registrar, aproximadamente, 47 casos de contaminação por ano. Estudos sugerem que o contágio está ligado a uma série de vegetais congelados produzidos na Hungria. A Austrália foi o único país fora do continente europeu a registrar casos de contaminação através dos alimentos.
[SAIBAMAIS]
A Infosan ressalta que tem trabalhado juntamente com Sistema de Alerta Rápido para Alimentos e Rações (Rasff) para identificar todos os lotes que, possivelmente, estiverem contaminados. Eles ainda alertam que a pessoa, antes de consumir qualquer produto congelado, deve esquentá-lo em água fervente para garantir a eliminação de qualquer bactéria ou vírus.

A Listeria monocytogenes, encontrada em alimentos de origem vegetal e animal, pode causar, em pessoas saudáveis, uma doença chamada gastroenterite, um tipo de intoxicação alimentar. Já em pessoas com imunidade baixa, pode manifestar septicemia, meningoencefalite e até mesmo meningite.

A Anvisa ainda informa que a suspensão vale para todo território nacional. O recolhimento dos alimentos que fizerem parte dos lotes contaminados já foi solicitado. Confira a lista divulgada pelo órgão.
 
Redação O POVO Online 
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Centro Cultural Bom Jardim recebe propostas artísticas até domingo, 8

Oportunidade
18:48 | Ago. 03, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Novas oportunidades surgem para os artistas e profissionais da cultura que atuam em território cearense. Até domingo, 8 de agosto, o Centro Cultural Bom Jardim recebe propostas artísticas para integrar a programação do equipamento.

Para participar, os interessados devem realizar a inscrição por meio do Mapa Cultural do Ceará. No total, 13 linguagens serão contempladas, como dança, música, teatro, literatura, audiovisual, artes visuais, circo e outras.

A chamada pública disponibiliza 41 vagas. 33 delas serão destinadas a trabalhos inéditos que foram produzidos e finalizados durante o período de isolamento social. As outras oito contemplarão propostas de criação de projetos em parceria com a instituição.

Leia também | 8 anos do Porto Iracema das Artes: confira programação especial de agosto

Os conteúdos, que formarão a faixa de programação do centro cultural de agosto a dezembro deste ano, devem ser adaptados às plataformas digtiais. Os artistas selecionados receberão entre R$ 1.500 e R$ 2.000.

O objetivo do edital é movimentar a economia e a cultura durante o período de pandemia do coronavírus, que impossibilita a realização de vários trabalhos artísticos.

O resultado está previsto para sair no dia 30 de agosto. Mais informações estão disponíveis no edital.

Leia também | Secult anuncia plano de ação de R$ 30 milhões que inclui editais cancelados

CCBJ - Chamada Pública

Quando: até domingo, 8 de agosto
Onde: no site do Mapa Cultural
Mais informações: no edital

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Cineteatro São Luiz realiza mostra da Pandora Filmes a partir de quinta, 5

Evento presencial
18:38 | Ago. 03, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Em agosto, o Cineteatro São Luiz coloca em cartaz nove longas-metragens da distribuidora Pandora Filmes. Denominado de “Mostra Pandora Filmes”, o evento exibirá várias sessões entre as quintas-feiras e o sábados do mês.

Uma das obras será “O Apartamento”, dirigida pelo iraniano Asghar Farhadi e vencedora da categoria “Melhor Filme Estrangeiro” no Oscar de 2017. No enredo, Emad (Shahab Hosseini) e Rana (Taraneh Alidoosti) precisam sair de seu apartamento porque o prédio em que moram corre o risco de desabar.

O casal, então, passa a viver em uma residência temporária. Mas uma sucessão de eventos faz com que a mulher se machuque e vá ao hospital, tendo que lidar com o trauma do ocorrido.

Leia também | 8 anos do Porto Iracema das Artes: confira programação especial de agosto

Também será transmitido “O Dia Depois”, de Hong Sang-soo. A produção sul-coreana acompanha a personagem Areum (Kim Min-Hee), que começa a trabalhar em uma pequena editora.

Seu chefe Bongwan (Hae-hyo Kwon) tinha um caso com uma funcionária, enquanto mantinha um casamento. A esposa, porém, encontra um bilhete amoroso e acredita que Areum era a antiga amante.

Ainda haverá dois filmes brasileiros. Um deles é “Pedro e Inês, O Amor Não Descansa”, dirigido por António Ferreira. O enredo, baseado em fatos reais, mostra o rei Dom Pedro I, que desenterrou sua amante Inês de Castro para torná-la rainha mesmo depois de sua morte.

Leia também | Série de "O Senhor dos Anéis" estreia em setembro de 2022 no Prime Video

A narrativa revela a trajetória dos dois em três momentos diferentes: no presente, no passado e no futuro. No elenco, estão Diogo Amaral, Joana de Verona, Vera Kolodzig, Cristóvão Campos, Custódia Gallego, João Lagarto e Miguel Borges.

Outro longa-metragem do Brasil é “Greta”, de Armando Praça, que conta a história de Pedro (Marco Nanini), um homem homossexual de 70 anos que trabalha em um hospital.

Sua melhor amiga e artista transexual Daniela (Denise Weinberg) precisa ser internada por graves problemas de saúde, mas não há leitos. Por isso, o enfermeiro sequestra um paciente e o abriga na sua casa.

Leia também | Netflix divulga trailer e pôster da 5ª temporada de "La Casa de Papel"

Além dessas obras, haverá sessões de “Santiago, Itália”, de Nanni Moretti; “Sr. Kaplan”, de Álvaro Brechner; “Os Melhores Anos de Uma Vida”, de Claude Lelouch; “Truman”, de Cesc Gay; e “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund.

Programação completa

quinta-feira, 5
14 horas - “O Dia Depois”, de Hong Sang-soo
16h20min - “O Apartamento”, de Asghar Farhadi

sexta-feira, 6
14 horas - “O Apartamento”, de Asghar Farhadi
16h40min - “O Dia Depois”, de Hong Sang-soo

sábado, 7
14 horas - “O Dia Depois”, de Hong Sang-soo
16h20min - “O Apartamento”, de Asghar Farhadi

quinta-feira, 12
14 horas - “Santiago, Itália”, de Nanni Moretti
16h20min - “Sr. Kaplan”, de Álvaro Brechner

sexta-feira, 13
14 horas - “Sr. Kaplan”, de Álvaro Brechner
16h30min - “Santiago, Itália”, de Nanni Moretti

sábado, 14
10 horas - “Santiago, Itália”, de Nanni Moretti
14 horas - “Sr. Kaplan”, de Álvaro Brechner
16h30min - “Os Melhores Anos de Uma Vida”, de Claude Lelouch

quinta-feira, 19
14 horas - “Greta”, de Armando Praça
16h30min - “Pedro e Inês, O Amor Não Descansa”, de António Ferreira

sexta-feira, 20
14 horas - “Pedro e Inês, O Amor Não Descansa”, de António Ferreira
16h40min - “Greta”, de Armando Praça

sábado, 21
10 horas - “Greta”, de Armando Praça
14 horas - “Pedro e Inês, O Amor Não Descansa”, de António Ferreira
16h40min - “Os Melhores Anos de Uma Vida”, de Claude Lelouch

quinta-feira, 25
14 horas - “Truman”, de Cesc Gay
16h40min - “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund

sexta-feira, 27
14 horas - “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund
17 horas - “Truman”, de Cesc Gay

sábado, 28
10 horas - “Truman”, de Cesc Gay
14 horas - “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund
17 horas - “Os Melhores Anos de Uma Vida”, de Claude Lelouch

Mostra Especial - Pandora Filmes

Quando: de 5 a 28 de agosto
Onde: no Cineteatro São Luiz (rua Major Facundo, 500 - Centro)
Ingressos: R$ 5, a meia, e $10, a inteira, pelo site do Sympla

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: Queiroga pede que brasileiros se imunizem com a segunda dose

Saúde
18:31 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pediu hoje (3) que os brasileiros se imunizem com a segunda dose das vacinas, como forma de proteção efetiva, inclusive contra o avanço da variante delta da covid-19. Queiroga participou, nesta terça-feira, do balanço da ação de vacinação em massa contra a doença, no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro.

“Sistemas de saúde mais consolidados do que o nosso, a exemplo do inglês, não conseguiram conter a propagação comunitária da variante delta. Os Estados Unidos também enfrentam o problema. Nós estamos assistindo, e isso acontece sobretudo com aqueles que não estão vacinados. As nossas vacinas funcionam contra essa variante. Aproveito para lembrar às pessoas que ainda não tomaram a segunda dose que voltem às unidades básicas de saúde. Para ter a proteção, é necessário [tomar] as duas doses”, disse Queiroga.

O ministro participou, na Clínica da Saúde Adib Jatene, dentro do Complexo da Maré, da vacinação de dois moradores. A comunidade foi alvo, nos últimos dias, de um experimento de vacinação em massa, com a aplicação de 33 mil doses. Nesta terça-feira, foi realizada na comunidade uma busca ativa de pessoas que ainda não tinham sido vacinadas.

Também participaram da solenidade o ministro do Turismo, Gilson Machado, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Denise Pires de Carvalho, e a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Agosto Dourado oferta serviços municipais de apoio às lactantes em Fortaleza

Fortaleza
18:29 | Ago. 03, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Em alusão ao mês do aleitamento materno, maternidades e Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) municipais de Fortaleza estarão com uma programação interna voltada à equipe de saúde e aos pacientes, de forma a promover a campanha do Agosto Dourado. O tema da programação deste ano é “Proteger a Amamentação: uma responsabilidade de todos”, onde contará com ações educativas, palestras, apresentações culturais, cursos, gincanas e arrecadação de leite materno.

O Ministério da Saúde (MS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida do bebê e amamentação até os dois anos de idade ou mais. Pensando nisso, na Capital, além das cinco maternidades, são ofertados serviços específicos para incentivar e capacitar as mães para o aleitamento materno pela rede municipal. Confira.

Dezoito salas de apoio à mulher que amamenta

As salas são como um local de apoio destinado ao compartilhamento de informações sobre os benefícios do aleitamento materno, bem como orientação de técnicas que possibilitem um bom processo de amamentação. Além disso, há coleta de leite humano, o qual é encaminhado aos bancos de leite dos hospitais da rede pública que são utilizados para beneficiar outras crianças prematuras que não conseguem ser alimentadas com leite da mãe.

Fortaleza já conta com 18 salas, sendo treze em postos de saúde e cinco em maternidades, onde cada uma delas consegue captar entre quatro e cinco litros de leite humano por mês. O equipamento conta com o apoio de enfermeiros e técnicos de enfermagem que são capacitados para proporcionar um melhor acolhimento às mulheres por meio do esclarecimento de dúvidas e repassando orientações sobre o assunto.

As salas de apoio podem ser encontradas nos seguintes postos:

- Posto de Saúde Virgílio Távora (Regional I);
- Posto de Saúde Aída Santos (Regional II);
- Posto de Saúde Rigoberto Romero (Regional II);
- Posto de Saúde Roberto Bruno (Regional IV);
- Posto de Saúde Dom Aloísio Lorscheider (Regional IV);
- Posto de Saúde Jurandir Picanço (Regional V);
- Posto de Saúde Ronaldo Albuquerque (Regional V);
- Posto de Saúde Luis Franklin (Regional VI);
- Posto de Saúde Licínio Nunes (Regional III);
- Posto de Saúde Meton de Alencar (Regional III);
- Posto de Saúde Gothardo Peixoto (Regional IV);
- Posto de Saúde Sandra Nogueira (Regional II);
- Posto de Saúde Francisco Monteiro (Regional VI);
- Hospital e Maternidade Zilda Arns;
- Hospital Nossa Senhora da Conceição;
- Gonzaguinhas da Barra do Ceará, Messejana e José Walter.

As cinco maternidades municipais são:

- Hospital e Maternidade Zilda Arns;
- Hospital Nossa Senhora da Conceição;
- Gonzaguinhas da Barra do Ceará;
- Gonzaguinha de Messejana.
- Gonzaguinha José Walter (em reforma).

Unidade Amiga da Primeira Infância (UAPI)

As ações das UAPIs possibilitam o aumento da qualidade da atenção integral que uma criança recebe, principalmente ao longo dos seus primeiros mil dias de vida, de forma a garantir direito ao pleno desenvolvimento. Isso inclui o monitoramento de diversos indicadores, como o aleitamento materno. Atualmente, nove Postos de Saúde de Fortaleza são certificados como UAPIs, sendo eles:

- Dom Aloísio Lorscheider;
- Humberto Bezerra;
- Irmã Hercília Aragão;
- Luis Franklin Pereira;
- Oliveira Pombo;
- Paulo Marcelo;
- Regina Maria da Silva Severino;
- Rigoberto Romero de Barros;
- Maria José Turbay Barreira.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Você sabe ser cuidadoso? Parte 1

18:24 | Ago. 03, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Análise

 

O senhor beirava os cem anos quando, dentro de casa, caiu e bateu a cabeça. No hospital foi constatada uma hemorragia intracraniana. O neurocirurgião queria operar de imediato. A família, em dúvida do que fazer, procurou pelo geriatra do patriarca. Por coincidência, o doutor se encontrava no mesmo hospital e examinou seu velho conhecido. Depois, ao conversar com o neurocirurgião, propôs adiar a cirurgia.

- Acompanho este paciente já a mais de dez anos. Ele sempre surpreende. Não há nenhum sintoma neurológico. Vamos observar. Se ele apresentar alguma piora, corremos para a cirurgia.

- Mas aí pode não dar mais tempo…

- A família prefere correr esse risco. E eu concordo. A cirurgia no crânio, nessa idade, por si só, é muito arriscada. Vamos observar.

O cirurgião não gostou:

- É duro ter mais de um médico no mesmo caso!

Um mês depois a família leva a última ressonância do crânio ao neurocirurgião. Ao vê-la, ele comenta, irritado:

- Olha isso! O sangue foi absorvido!

A filha estranha o tom do médico:

- Parece até que o senhor ficou irritado com a melhora do meu pai…

- É que foi muito arriscado! Era melhor operar!

- Não sei não… Ele melhorou em tudo. É tão difícil assim para o senhor admitir que possa ter se enganado?

Algumas pessoas têm muita dificuldade para perceber o próprio erro. Algumas nunca chegam a fazê-lo. Umas tantas sabem que erraram, mas se negam a admitir. Outras têm tanto horror de perceber em si mesmo o que quer que seja de negativo que nem mesmo em sonho cogitam algum equívoco, mancha ou nódoa. Por motivos variados isso pode acontecer. Por arrogância e soberba, por horror ao sentimento de culpa, por um rigor mental que transforma qualquer erro em pecado mortal, entre outras possibilidades.

"Por isso é muito relevante que saibamos em que ponto estamos, na escala do cuidado, cada vez que supomos estar cuidando de alguém." Nello Rangel, arte-terapeuta

Uma conhecida, cujo pai idoso encontrava-se internado em um hospital, em curto espaço de tempo brigou com o médico que coordenava o atendimento, indispôs-se com praticamente toda a equipe de enfermagem, discutiu pesado com vários irmãos que não concordavam com suas intervenções no tratamento do pai e conseguiu se desentender, inclusive, com um parente com o qual ninguém conseguira tal feito antes, notório por ser calmo demais. Essa conhecida não conseguia sequer perceber o grave erro estratégico que cometia, ao brigar justamente com a equipe médica que atendia ao frágil velhinho. Também não cogitava a possibilidade, obvia, de o erro estar nela mesma.

Era evidente o sofrimento da filha diante da hospitalização de seu pai. É muito provável que ela julgasse ajudar no tratamento do pai. É provável até que ela considerasse que a sua ajuda era, de todas, a mais importante, não percebendo o tanto que era iatrogênica. 

É difícil saber a medida do cuidado. E é definidor. Se errarmos a medida, deixamos de cuidar ou até nós transformamos em seu oposto.

Quantos pais, no afã de cuidar de seus filhos, erram por excesso de zelo, e acabam se distanciando do objetivo de ajudar no desenvolvimento de suas crianças, preparando-as para a vida e para a soberania? Quantos amores se perdem, pensando que cuidavam um do outro, quando na verdade sufocavam qualquer possibilidade do relacionamento dar certo?

Por isso é muito relevante que saibamos em que ponto estamos, na escala do cuidado, cada vez que supomos estar cuidando de alguém. Na próxima semana, explicaremos melhor essa escala, tão relevante nessa época pandêmica que estamos atravessando.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags