PUBLICIDADE
Saúde
doença silenciosa

26 de abril é o Dia de Prevenção e Combate à Hipertensão; veja dicas para evitar a pressão alta

Hipertensão ou pressão alta é considerada uma doença silenciosa pela maioria dos médicos, que alertam para a prevenção e diagnóstico precoce A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem

21:36 | 26/04/2018
(FOTO:DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL)
 
A hipertensão, ou como é popularmente conhecida pressão alta, é quando a pressão arterial está sistematicamente, igual ou maior que 14 por 9. 
 
Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde revelou que o número de brasileiros com “pressão alta” cresceu 14,2% nos últimos 10 anos, chegando a 25,7%, na média nacional. 
 
Segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), a pressão pode ficar elevada por vários motivos como, por exemplo, o obesidade, má alimentação, sedentarismo, tabagismo e em alguns casos, o fator hereditário. A hipertensão ocorre principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem.   
 
A “pressão alta” é considerada uma doença silenciosa pela maioria dos médicos, que alertam para a prevenção e diagnostico precoce.
 
Para a presidente da Sociedade Cearense de Cardiologia, Maria Tereza Sá Leitão, cuidados simples podem evitar a elevação da pressão arterial, como ir regularmente a postos médicos para fazer uma prevenção da sua saúde arterial, cuidar da alimentação evitando a ingestão de comidas com alto teor de sal, ou gordurosas, e se alimentando de forma mais natural, além de praticar exercícios físicos, e também é importante cuidar do corpo, evitando o sobrepeso.
 
Caso o paciente já tenha histórico de hipertensão na família, o quanto antes procurar atendimento médico para diagnosticar os níveis de pressão será mais simples de combater a pressão alta. Os principais sintomas são dores de cabeça, dor na nuca, tonturas, enjoos e falta de ar.
 
"Se o paciente já tenha desenvolvido a doença, é necessário fazer o quanto antes a adesão do tratamento médico, com o uso regular dos medicamentos. O apoio da família também é imprescindível para o sucesso do tratamento". destaca a médica especialista em cardiologia e intensivista na Unidade Coronária do Hospital de Messejana.

Confira dicas para evitar a hipertensão:
 
Medir a pressão periodicamente.
 
Praticar atividades físicas.
 
Manter o peso ideal.
 
Adotar uma alimentação saudável (pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legume).
 
Evitar o consumo de álcool.
 
Abandonar o cigarro para a vida toda.
 
Seguir as orientações médicas ou do profissional da saúde.
 
Evitar o estresse. 

JULLIANE VIEIRA