PUBLICIDADE
Saúde
tecnologia

Sapato com laser auxilia pessoas com Parkinson a caminhar

Os lasers fazem uma linha de 46 centímetros de comprimento a partir da pessoa que está usando

21:00 | 05/01/2018

(Foto: Divulgação/Universidade de Twente)

O congelamento ao caminhar é uma das complicações causadas pelo Parkinson. Quando isso acontece, a pessoa não consegue seguir em frente, podendo, inclusive, perder o equilíbrio. Diante disso, um cientista encontrou na tecnologia uma possível solução. Ele resolveu colocar lasers em sapatos. A informação é do Uol.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Twente, na Holanda, testou o equipamento em algumas pessoas que sofrem com o problema. Foi reparado que, durante o "congelamento", uma pessoa pode sair deste estágio, caso consiga se concentrar em algo que esteja próximo ao pé para desempenhar a função de guia. Uma vez que esta referência não existe em todas as ocasiões, a equipe decidiu implantar os lasers nos calçados.

A luz só acende quando o tênis estiver parado. Os lasers fazem uma linha de 46 centímetros de comprimento a partir da pessoa que está usando.

Um levantamento feito recentemente no jornal científico da Academia Americana de Neurologia mostrou que o uso do laser diminuiu de forma considerável o travamento da caminhada destas pessoas. Dentro de um total de 21 pacientes, o congelamento caiu pela metade, assim como o tempo deste congelamento.

Esta não é a primeira solução tecnológica feita para resolver sintomas do Parkinson. Outro problema são os tremores, que resulta na alimentação destas pessoas. Por isso, empresas desenvolveram talheres que auxiliam o transporte da refeição até a boca. A pesquisa, no entanto, ainda requer mais testes.

Redação O POVO Online