PUBLICIDADE
Notícias

Para evitar falso positivo de HIV, teste pode ser feito 30 dias após vacina contra H1N1

Anvisa havia divulgado, em 2010, nota referente ao resultado falso positivo de exame para HIV após vacina contra influenza A, mais conhecida como H1N1

16:27 | 05/05/2016
NULL
NULL
As pessoas que tomarem vacina contra H1N1 e realizarem exame para HIV podem receber resultado falso positivo, mas não há motivo para pânico. O Ministério da Saúde informou, por meio de nota, que é preciso esperar pelo menos 30 dias para realizar outro teste para pesquisa do HIV. Ainda segundo a Saúde, "a vacina começa fazer efeito no organismo de 14 a 21 dias".
 
"As vacinas oferecidas no Sistema Único de Saúde (SUS) são seguras e de qualidade. Não há perigo de transmissão de qualquer tipo de doença àqueles que receberam dose da vacina influenza (gripe)", diz a nota.
 
"A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um comunicado em 2010 sobre a possibilidade de obtenção de resultados falsos positivos em testes para pesquisa do HIV, devido a produção de anticorpos pelas pessoas que receberam a vacina", continua o texto do Ministério da Saúde. "Vale reforçar que outros testes deverão ser realizados para confirmação do resultado, se positivo ou negativo para HIV".

De acordo com o infectologista Ivo Castelo Branco, H1N1 é uma vacina com vírus atenuado e é preciso estar atento ao tempo divulgado pela Saúde antes de fazer qualquer exame. "Claro que tem como checar com outros exames (caso dê positivo), mas é indicado esperar", aconselha. "Isso não deve ser motivo para as pessoas não tomarem a vacina porque H1N1 mata".
 
Redação O POVO Online
TAGS