PUBLICIDADE
Notícias

Robô capaz de resolver calvície chegará ao Brasil

Atualmente, oito a 10 médicos são necessários para realizar o tratamento; robô trará menos dor e mais rapidez

16:00 | 02/12/2014
NULL
NULL

Homens que sofrem com problemas capilares têm agora um novo método de tratamento. Em janeiro de 2015 chegará ao Brasil o Artas, um robô que realiza procedimentos para o crescimento de fios, menos doloroso e mais rápido.

O lado negativo é o custo médio para o tratamento completo, que chega a R$ 30 mil. Um procedimento com retirada de folículos capilares, por exemplo, terá um preço médio entre R$ 1,5 mil a R$ 2 mil. Em compensação, não haverá a necessidade de cortes e é capaz de remover até mil unidades foliculares por hora.

O dermatologista especialista em Cosmiatria e Cirurgia Dermatológica João Carlos Pereira será um dos primeiros a usar a técnica no Brasil. Ele pontua que o Artas emite um laser guia na posição exata com um número menor de danos para a pessoa.

A transformação completa ocorre em menos de um ano. Após os procedimentos, o paciente poderá lavar a cabeça cinco dias depois. Entre 15 e 20 dias, o cabelo cai, mas a raiz fica e estará apta para gerar um novo fio.

Tecnologia

Os atuais procedimentos de transformação capilar são feitos por oito a 10 profissionais e o Artas viria para suprir esta demanda, que se torna cansativa e invasiva. A precisão robótica na técnica permite mais eficiência, menos dor e menos cicatrizes.

O Artas é administrado por um controle, o que traz menos fadiga manual ao médico, além de sua variabilidade, que é capaz de repetir o mesmo movimento diversas vezes com exatidão.

O robô foi criado em 2011 nos Estados Unidos e o Brasil é o primero país latino-americano a adquirir o produto.

Redação O POVO Online 

TAGS