PUBLICIDADE
Notícias

Mais de 10 motivos para você beber leite

Excelente fonte de vitaminas, proteínas e minerais, o leite de vaca é um alimento importante em todas as fases da vida

19:32 | 10/11/2014
NULL
NULL

A dietista e nutricionista Mariana Lima Eisenberg, registrada pela Academia de Nutrição e Dietética dos EstadosUnidos, elencou para O POVO Online uma listinha de mais de 10 riquezas nutricionais do leite de vaca.

 Ao contrário do que muita gente pensa por aí, que basta cortar o leite da dieta para emagrecer, Mariana aponta os benefícios de mantero líquido na sua dieta.

 

1- Proteína: Dentre as várias proteínas encontra-se a caseína, principal proteína do leite - de boa qualidade nutricional - o que significa que possui aminoácidos essenciais (que não são produzidos pelo organismo humano) vitais para o funcionamento do metabolismo e crescimento dos tecidos e órgãos, funcionamento e fortalecimento do sistema imunológico (sistema de defesa do organismo).

2 - Cálcio: mineral de grande biodisponibilidade (facilmente absorvido pelo organismo) vital para a regulação do metabolismo; atua na construção e manutenção da massa óssea junto com a vitamina D, atua na coagulação sanguínea, na transmissão do impulso nervoso, e consequentemente, no funcionamento normal do cérebro, e na regulação do sistema endócrino.

3 - Fósforo: outro mineral de grande biodisponibilidade (facilmente absorvido pelo organismo). Auxilia em vários processos metabólicos a nível celular; ajuda a gerar energia nas células do corpo; influencia a mineralização dos ossos, e consequentemente, no fortalecimento dos ossos.

4 – Potássio: mineral essencial para o equilíbrio dos fluidos corporais, ajuda na regulação da pressão arterial. Também auxilia na contração e atividade muscular.

5 - Vitaminas D: a maioria dos leites no mercado são fortificados com Vitamina D, pois esta auxilia o cálcio na construção e manutenção da massa óssea e, consequentemente, no fortalecimento dos ossos. Auxilia a absorção de cálcio e fósforo vindos da dieta.

6 - Vitaminas K: outra vitamina normalmente adicionada ao leite de vaca comercializado. Influencia a coagulação sanguínea e atua juntamente com o cálcio e vitamina D, auxiliando na calcificação normal dos ossos.

7 - Vitamina A
: essencial para a manutenção da visão, inicia o impulso nervoso, fortalece o sistema imunológico aumentando a resistência às infecções; essencial em vários processos metabólicos a nível celular.

8 - Vitaminas do Complexo B: Vitamina B12, Niacina(B3) e Riboflavina(B2) – essenciais no combate à alguns tipos de anemias, auxiliam na produção de energia e formação de tecidos do corpo, auxilia o sistema nervoso e fortalece sistema imunológico.

9 - Vitamina E: importante antioxidante, auxilia no combate ao envelhecimento, mantém uma pele mais saudável, e auxilia na manutenção dos tecidos dos rins, fígado e sistema nervoso.

10 – Água: Mais de 85% do conteúdo nutricional do leite é água. contribuindo assim para a hidratação diária do organismo. (Importante: beber leite não substitui a necessidade de beber água.)

11 – Lactose
: Lactose é o tipo açúcar do leite. Açúcar é a principal fonte de energia utilizada pelo corpo e é vital para o funcionamento do cérebro.


Os cuidados!
O cuidado que deve se ter quanto ao leite de vaca integral e seus derivados é com o teor total de gordura, em particular, a gordura saturada, tipo de gordura que aumenta riscos de obesidade e doenças cardiovasculares, por isso é recomendado a ingestão de leite de menor teor de gordura (semi-desnatado) ou zero por cento gordura (desnatado).

Atenção!
1 - O consumo de leite de vaca, assim como qualquer outro alimento, deve ser feito em quantidades equilibradas, respeitando a capacidade de defesa e o fato que cada pessoa lida de maneira diferente com o mesmo alimento.

 2 - Caso a pessoa apresente algum desconforto abdominal, diarréia, flatulência e inchaço após a ingestão de leite é recomendado consultar um médico especialista para um diagnóstico preciso.

 3 - Pessoas com diagnóstico clínico confirmado de intolerância à lactose ou sensibilidade à proteína do leite (Alergia à Proteína do Leite de Vaca – APLV) devem seguir uma dieta com restrição ao consumo de leite e derivados. Procure um nutricionista para uma dieta sem leite e derivados, personalizada e nutricionalmente balanceada.

TAGS