PUBLICIDADE
Notícias

Estudo diz que mulheres com enxaqueca teriam maior risco cardíaco

08:15 | 16/01/2013
DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

As mulheres que sofrem de enxaquecas acompanhadas de distúrbios visuais como flashes de luz podem ter um risco aumentado de sofrer ataques cardíacos e coágulos sanguíneos, alertaram cientistas na última terça-feira.

O estudo foi realizado com 27.860 mulheres, das quais 1.435 tinham enxaqueca com aura, como são denominados estes distúrbios.

Ao longo dos 15 anos de estudo, foram registrados 1.030 casos de ataque cardíaco, derrame ou morte de problema cardiovascular, informou o relatório da Academia Americana de Neurologia.

"Depois da pressão alta, a enxaqueca com aura foi o segundo maior fator de risco de ataques cardíacos e derrames", disse o autor do estudo, Tobias Kurth.

"Ele vem na frente do diabetes, do tabagismo, da obesidade e do histórico familiar de doença cardíaca", acrescentou.

Kurth, do Hospital Bringham para Mulheres em Boston e do Instituto Nacional de Saúde francês, também é membro da Academia Americana de Neurologia.

Os riscos para mulheres que sofrem de enxaqueca com aura foi três vezes maior do que para aquelas que sofrem de enxaqueca sem este distúrbio, explicou o médico à AFP.

Um segundo estudo divulgado pela mesma academia informou que as mulheres que sofriam de enxaqueca com aura e tomavam contraceptivos hormonais eram mais propensas a ter coágulos.

Os dois estudos serão apresentados no encontro anual da Academia, prevista para março em San Diego, Califórnia.

 

AFP

TAGS