PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Programa de desenvolvimento de submarinos 'gera emprego qualificado', diz Luna

13:30 | 14/12/2018
O ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, afirmou nesta sexta-feira, 14, que o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) da Marinha, que completou dez anos neste ano, está proporcionando a formação de mão de obra e geração de empregos qualificados, incluindo o Brasil no "seleto grupo de países" capazes de produzir e operar submarinos.

"Estamos já visualizando 2029, quando o primeiro submarino de propulsão nuclear será lançado ao mar", afirmou Luna e Silva, em discurso na cerimônia de lançamento ao mar do submarino Riachuelo, o primeiro do Prosub a ser construído pela ICN, estatal criada para operar o estaleiro onde as embarcações são construídas, no Complexo Naval de Itaguaí, da Marinha, na região metropolitana do Rio.

Em tom nacionalista, Luna e Silva destacou que o Brasil deu um "ousado salto para o futuro" com o Prosub, tocado numa parceria com a França. Segundo o ministro da Defesa, os pilares do Prosub são transferência de tecnologia, capacitação de pessoal e nacionalização de sistemas.

O Riachuelo foi batizado pouco antes das 11h pela primeira-dama, Marcela Temer, que quebrou uma garrafa de champanhe no casco, como manda a tradição. Em seguida, o presidente Michel Temer acionou o elevador do estaleiro, com motores, que colocou o submarino na água. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, também participa da cerimônia.

Agência Estado

TAGS