PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Em hospital, Temer faz discurso com reflexões sobre o papel de coração e mente

11:50 | 21/12/2018
Durante comemoração dos 10 anos do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, o presidente Michel Temer evitou falar sobre medidas de seu governo - como tem feito em seus últimos pronunciados antes de deixar o cargo. O presidente, porém, fez reflexões sobre o papel do coração e da mente no corpo humano.

Temer lembrou que foi submetido à implantação de dois stents no coração, quando foi internado na unidade hospital há um ano, e que sua qualidade de vida estava muito melhor após o procedimento. "Se o coração para, a mente para", refletiu.

Na cerimônia, o diretor de Cardiologia do hospital, Roberto Kalil Filho, pediu à direção do Sírio-Libanês que implante um curso de Medicina na instituição. O presidente declarou que, mesmo em fim de governo, avalizava a demanda.

No mesmo evento, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu um debate sobre o papel dos setores público e privado para serviços de saúde do País. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, também participou da comemoração. Questionado por jornalistas sobre a decisão da última quarta-feira, 19, que impediu a soltura de presos após condenação em segunda instância, o ministro não quis falar.

Agência Estado

TAGS