Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Após críticas ao PT, Cid Gomes grava vídeo em apoio a Haddad

16:40 | Out. 17, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Dois dias depois de criticar publicamente o PT em ato de campanha do partido e cobrar mea culpa da sigla, o ex-governador do Ceará e senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) divulgou um vídeo anunciando que vai votar em Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições 2018.

As críticas de Cid, que disse que o PT deveria assumir que "fez besteira" e "ter humildade", chegaram a ser usadas no programa eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL) divulgado na terça-feira, 16. Com isso, ficou mais afastada a possibilidade de uma frente democrática entre as forças de esquerda no segundo turno.

"Com tudo o que penso e diante de tudo que falei, não é correto o que fez o outro candidato usando imagens minhas editadas sem minha autorização. Que não fique nenhuma dúvida: neste segundo turno, Haddad é o melhor para o Brasil. Votarei no Haddad no dia 28".

Na terça-feira, Cid disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que parte do PT "já dava por perdida" a disputa presidencial e estaria "se lixando" para Haddad. "Eles (petistas) querem ser hegemônicos inclusive na oposição. Boa parte da companheirada aí já deu por perdido (o segundo turno) e está pensando em ser hegemônico na oposição. Estão se lixando para o Haddad. São incapazes de um gesto de grandeza, mesmo que isso seja permitir uma oportunidade para o jovem, talentoso, inteligente, preparado que é o Fernando Haddad. Eu acho que isso (gesto de autocrítica) tem que partir de quem está no comando do PT", afirmou.

Cenário

Até o momento a campanha de Haddad vive um isolamento no campo ideológico e conquistou adesões protocolares entre siglas de esquerda (PCB, PSB, PSOL) que não estavam coligadas com o PT no primeiro turno. O PDT, principal cobiça, porém, anunciou apenas um "apoio crítico". O presidenciável derrotado Ciro Gomes viajou para a Europa e não tem participado da campanha petista.

"Somos muito mais um voto contra ele (Bolsonaro), contra o risco que ele representa à democracia, aos direitos humanos, ao respeito às liberdades individuais do que um apoio ao Haddad", disse Carlos Lupi, presidente do partido, na semana passada.

Após o primeiro turno, o PT esperava formar o que chegou a ser chamado de "frente democrática" contra Bolsonaro. Ao atrair apoio de outros partidos e de parte da sociedade civil, a campanha buscava criar um caráter suprapartidário para defender a eleição de Haddad.

Não houve avanço também na aproximação do partido com integrantes do PSDB, com quem o PT polarizou a disputa eleitoral nos últimos anos. Em entrevista ao Estado, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que não aceitava "coação moral" dos que agora buscam seu apoio.

Agência Estado

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Governo inaugura Areninhas em Cariré, General Sampaio, Jaguaretama, Jati e Paraipaba

Esporte
21:56 | Ago. 03, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Governo do Ceará inaugurou mais cinco Areninhas na tarde desta segunda-feira, 2, nas cidade de Cariré, General Sampaio, Jaguaretama, Jati e Paraipaba. O Estado totaliza 217 Areninhas em funcionamento, sendo 131 delas no Interior e outras 86 na Capital, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza. Durante o evento de inauguração, transmitido pelas redes sociais, esteve presente o governador Camilo Santana e o secretário de Planejamento e Gestão, Mauro Filho.

Também estiveram presentes na inauguração o secretário executivo do Esporte e Juventude, Will Almeida, e também os deputados estaduais Zezinho Albuquerque, Tim Gomes, Rafael Branco e Walter Cavalcante. Em discurso, Camilo Santana ressaltou o impacto do projeto. “O projeto das Areninhas é a maior política pública de esporte do País, que iniciou em Fortaleza e ganhou todo o Estado, e assim nos tornamos exemplo como um projeto de transformação social através do esporte para outros estados do Brasil”, declarou.

Areninhas são equipamentos multifuncionais em formato de campo de jogo society com grama sintética, alambrados e rede, vestiários com banheiros, bancos de reserva, acessos pavimentados e torres de iluminação. De acordo com o governo, os cinco equipamentos totalizam um investimento de R$ 1.188.728,25.

Parceria 

Cada Areninha é resultado de parceria entre Governo do Ceará e prefeituras municipais. Através de orçamentos de secretarias como a do Esporte e Juventude (Sejuv), a Superintendência de Obras Públicas (SOP) executa a construção. Cabe a cada prefeitura indicar e doar o terreno para a construção do campo. Após concluído e inaugurado, o equipamento passa aos cuidados da gestão municipal, com suporte da Sejuv. Mais 62 Areninhas estão em vias de serem inauguradas, 28 estão em obras, e outras 300 em processo de licitação ou contratação.

FutPaz 

Ao final da transmissão, Camilo mencionou FutPaz, projeto que tem como objetivo desenvolvimento social e promoção da cultura de paz no esporte, com intuito de promover o acesso de crianças e jovens ao futebol e descobrir talentos. “O FutPaz é uma forma de garantir que essa meninada esteja nas Areninhas, acompanhada por monitores, ídolos do futebol cearenses. Na Capital temos parceria com os clubes de futebol Ceará, Fortaleza e Ferroviário, e em breve lançaremos a versão do Interior em Juazeiro do Norte, com os times do Icasa e o Juazeiro”, antecipou o governador.

As pré-inscrições do Futpaz seguem até 6 de agosto, pela internet. Segundo o Governo do Estado, nesta primeira fase, o projeto vai beneficiar 2.400 crianças com idade de 7 a 12 anos, com aulas práticas duas vezes por semana em 24 núcleos instalados em Areninhas esportivas da Capital.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará soma 23.566 mortes e mais de 920 mil casos por Covid=19

Números da pandemia
21:51 | Ago. 03, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará registrou 752 novos casos de Covid-19 e 38 mortes nas últimas 24 horas. A quantidade de casos foi de 919.544, nessa segunda-feira, 2, para 920.296 nesta terça-feira, 3. O acumulado de óbitos no sistema foi de 23.528 para 23.566 no mesmo período. Os dados são do IntegraSUS, plataforma de transparência atualizada pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), consolidados às 17h40min desta terça-feira.

Ainda de acordo com a plataforma, nenhuma morte confirmada por Covid-19 aconteceu nas últimas 24 horas. Devido ao atraso que ocorre para que mortes mais recentes entrem no sistema, vítimas da Covid-19 que faleceram no mesmo período podem ser registradas posteriormente.

No Estado, há atualmente, 644.283 pessoas recuperadas da doença e 45.485 com suspeita de infecção. A taxa de letalidade — proporção de mortes entre os casos confirmados — é de 2,6%. Foram realizados 2.516.688 exames para detecção do coronavírus no Ceará até o momento.

Covid-19: números do Ceará

920.296 casos confirmados
23.566 óbitos
2,6% de taxa de letalidade
2.516.688 exames
644.283 pessoas recuperadas
Nenhum óbito confirmados nas últimas 24 horas

Taxa de letalidade

Há uma diferença entre taxa de mortalidade e de letalidade de uma doença. A taxa de mortalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à população total de um lugar — seja uma cidade, estado, país, ou até mesmo o mundo inteiro. Já a taxa de letalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à quantidade de infectados por ela.

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros.

Evolução do coronavírus no Ceará

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 31 de julho (31/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de julho (30/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 29 de julho (29/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de julho (28/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de julho (27/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de julho (26/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de julho (24/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de julho (23/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de julho (22/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de julho (21/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de julho (20/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de julho (18/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 17 de julho (17/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 16 de julho (16/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 15 de julho (15/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 14 de julho (14/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 11 de julho (11/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 10 de julho (10/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 9 de julho (9/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 8 de julho (8/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de julho (7/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de julho (6/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de julho (5/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 4 de julho (4/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de julho (3/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (2/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 1 de julho (1º/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de junho (30/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de junho (28/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de junho (27/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de junho (26/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 25 de junho (25/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de junho (24/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de junho (23/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de junho (22/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de junho (21/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de junho (20/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 19 de junho (19/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de junho (18/06)

<

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

STF mantém Adélio no presídio federal em Campo Grande

Justiça
21:31 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 3, manter a decisão que confirmou a permanência de Adélio Bispo na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). A decisão foi tomada durante sessão virtual.

Adélio é o autor da facada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral de 2018.

Por unanimidade, os ministros mantiveram decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que rejeitou pedido da defesa de Adélio para que ele seja transferido para um hospital de tratamento psiquiátrico.

Em junho de 2019, Adélio Bispo foi absolvido pela facada. A decisão foi proferida após o processo criminal que o considerou inimputável por transtorno mental. 

Na decisão, o magistrado responsável pelo caso decidiu também que ele deveria ficar internado em um hospital psiquiátrico por tempo indeterminado. No entanto, diante da periculosidade do acusado, Adélio permaneceu no presídio federal de Campo Grande, onde está preso desde o atentado. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará soma mais de 920 mil casos de Covid e 23.566 mortes pela doença

Números da pandemia
21:21 | Ago. 03, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará registrou 752 novos casos de Covid-19 e 38 mortes nas últimas 24 horas. A quantidade de casos foi de 919.544, nessa segunda-feira, 2, para 920.296 nesta terça-feira, 3. O acumulado de óbitos no sistema foi de 23.528 para 23.566 no mesmo período. Os dados são do IntegraSUS, plataforma de transparência atualizada pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), consolidados às 17h40min desta terça-feira.

Ainda de acordo com a plataforma, nenhuma morte confirmada por Covid-19 aconteceu nas últimas 24 horas. Devido ao atraso que ocorre para que mortes mais recentes entrem no sistema, vítimas da Covid-19 que faleceram no mesmo período podem ser registradas posteriormente.

No Estado, há atualmente, 644.283 pessoas recuperadas da doença e 45.485 com suspeita de infecção. A taxa de letalidade — proporção de mortes entre os casos confirmados — é de 2,6%. Foram realizados 2.516.688 exames para detecção do coronavírus no Ceará até o momento.

Covid-19: números do Ceará

920.296 casos confirmados
23.566 óbitos
2,6% de taxa de letalidade
2.516.688 exames
644.283 pessoas recuperadas
Nenhum óbito confirmados nas últimas 24 horas

Taxa de letalidade

Há uma diferença entre taxa de mortalidade e de letalidade de uma doença. A taxa de mortalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à população total de um lugar — seja uma cidade, estado, país, ou até mesmo o mundo inteiro. Já a taxa de letalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à quantidade de infectados por ela.

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros.

Evolução do coronavírus no Ceará

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 31 de julho (31/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de julho (30/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 29 de julho (29/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de julho (28/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de julho (27/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de julho (26/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de julho (24/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de julho (23/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de julho (22/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de julho (21/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de julho (20/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de julho (18/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 17 de julho (17/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 16 de julho (16/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 15 de julho (15/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 14 de julho (14/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 11 de julho (11/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 10 de julho (10/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 9 de julho (9/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 8 de julho (8/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de julho (7/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de julho (6/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de julho (5/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 4 de julho (4/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de julho (3/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (2/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 1 de julho (1º/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de junho (30/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de junho (28/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de junho (27/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de junho (26/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 25 de junho (25/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de junho (24/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de junho (23/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de junho (22/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de junho (21/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de junho (20/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 19 de junho (19/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de junho (18/06)

<

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Presidente sanciona lei sobre educação bilíngue de surdos

Educação
21:16 | Ago. 03, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta terça-feira (3), uma lei que define a educação bilíngue de surdos como uma modalidade de ensino independente. O texto modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) para estabelecer como educação bilíngue aquela em que a língua brasileira de sinais (Libras) é considerada primeira língua, e o português escrito como segunda língua.

A lei teve origem no Senado, onde foi aprovada e seguiu para a Câmara dos Deputados, que aprovou o texto e o enviou ao Executivo em meados de julho. A medida deve ser aplicada em escolas bilíngues de surdos, classes bilíngues de surdos, escolas comuns ou em polos de educação bilíngue de surdos. A modificação na LDB deve beneficiar estudantes surdos, surdos-cegos, com deficiência auditiva sinalizante, surdos com altas habilidades ou superdotação ou com outras deficiências associadas que tenham optado pela modalidade bilíngue.

Dentre as ações previstas, o texto prevê que serão disponibilizados, quando necessário, serviços de apoio educacional especializado, como o atendimento educacional especializado bilíngue, para atender às especificidades linguísticas dos estudantes surdos, bem como estabelece que a oferta de educação bilíngue de surdos terá início desde o nascimento e se estenderá ao longo da vida.

Os sistemas de ensino assegurarão a esses alunos a oferta de material didático e atendimento por professores bilíngues com formação e especialização apropriadas em nível superior.

A lei visa ainda fomentar os sistemas de ensino, em regime de colaboração, de maneira que se desenvolvam programas integrados de ensino e pesquisa, para oferta de educação escolar bilíngue e intercultural aos estudantes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags