PUBLICIDADE
Política

'Ou será o PDT ou PSB não terá aliança', diz Marcio Lacerda

20:30 | 12/07/2018
O pré-candidato ao governo de Minas Gerais nas eleições 2018, Marcio Lacerda (PSB), descartou nesta quinta-feira, 12, a possibilidade de seu partido se coligar com o PT em nível nacional. "A hipótese de uma aliança nacional com o PT não é provável. Ou será o PDT ou o partido (PSB) não terá aliança", disse Lacerda na sabatina em que respondeu a perguntas de prefeitos.

A declaração de Lacerda foi uma resposta ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), pré-candidato à reeleição. Pela manhã, após reunião com a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o governador declarou apoio à pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso na Operação Lava-Jato. Câmara é o principal interessado na aliança com o PT porque, na prática, isso significaria a desistência da candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes, ao governo. Em Pernambuco, Marília é apontada como uma das mais fortes concorrentes de Câmara.

Questionado sobre a possibilidade de ser pré-candidato a vice na chapa de Ciro Gomes (PDT), Marcio Lacerda afirmou que não deixará a disputa pelo governo de Minas Gerais. O ex-prefeito de Belo Horizonte afirmou que não existe um entendimento do diretório nacional pessebista para indicá-lo a vice-presidência e declarou que já está preparando o plano de governo.

Agência Estado