Participamos do

Deputado petista denuncia Michelle Bolsonaro por campanha eleitoral antecipada

Na avaliação do deputado Rui Falcão, a primeira-dama usou pronunciamento do Dia das Mães, em cadeia nacional de rádio e televisão, para promover o presidente Jair Bolsonaro
16:20 | Mai. 09, 2022
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A primeira-dama Michelle Bolsonaro e a ministra da Mulher e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, foram alvo de uma representação assinada pelo deputado federal Rui Falcão (PT-SP). O petista acusa ambas de campanha eleitoral antecipada, em razão de pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão feito na noite deste domingo, 8, Dia das Mães. As duas aproveitaram o momento para fazer um balanço dos programas do governo Bolsonaro voltados para as mulheres.

Juntamente com Rui Falcão, assinam o documento advogados integrantes do grupo Prerrogativas, que se colocaram contra a prisão do ex-presidente Lula e decisões da Lava Jato.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na avaliação deles, o discurso realizado no domingo segue “roteiro clássico das propagandas eleitorais de manuais de publicidade”, além de buscar reduzir a resistência do eleitorado feminino a Bolsonaro.

“Foi para atingir essa finalidade eleitoreira que Michelle Bolsonaro, a primeira-dama, se apresentou com uma mãe sensível, como uma mulher conhecedora das dificuldades de tantas mães brasileiras e que poderia, justamente por isso, atuar em benefício das eleitoras influenciado seu marido na tomada de decisões que favoreçam as brasileiras”, destaca o documento.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar