Participamos do

PF procura dois por ataque hacker ao portal da Rádio Justiça, gerenciado pelo STF

11:34 | Abr. 07, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira, 7, uma ofensiva batizada "Jakarta" para investigar um ataque hacker ao Portal da Rádio Justiça, gerenciado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com os investigadores, três suspeitos exploraram uma vulnerabilidade do site da Rádio Justiça e acessaram indevidamente os servidores onde tal portal está hospedado - os quais também abrigam o sistema de consulta de peças processuais do STF.

Agentes cumprem dois mandados de prisão preventiva em São Paulo, além de vasculharem dois endereços no Estado e outros dois locais no Paraná. As ordens foram expedidas pelo juízo da 15ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O inquérito foi aberto após o STF encaminhar à Polícia Federal uma notícia-crime sobre a identificação da ação cibernética ilícita, pela Secretaria de Tecnologia da Informação da Corte.

A apuração mira em supostos crimes de invasão de dispositivo informático e interrupção ou perturbação de serviço telegráfico, radiotelegráfico ou telefônico; e impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento, ambos previstos no Código Penal. Além disso, os investigadores apuram o crime de corrupção de menores, com previsão no Estatuto da Criança e do Adolescente.

De acordo com a PF, o nome da operação, "Jakarta", faz referência "a uma vulnerabilidade que permite exploração de falha capaz de liberar a execução de comandos remotos no servidor, o que possibilita ao atacante obter controle sobre o servidor".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar