Participamos do

Deputada petista diz que aliança entre Lula e Alckmin seria piada de mau gosto

A parlamentar relembrou ainda a relação da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e do então vice-presidente Michel Temer (MDB), que assumiu a presidência na esteira do impeachment de Dilma
15:38 | Dez. 23, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A deputada federal petista Natália Bonavides (PT-RN) considera que uma eventual aliança entre o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) para compor uma chapa presidencial em 2022 seria um erro. A parlamentar disse que ter o ex-tucano como vice em uma chapa petista seria “uma piada de mau gosto”, em alusão ao ocorrido durante o impeachment em 2016.

Bonavides relembrou ainda a relação da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e do então ex-vice-presidente Michel Temer (MDB), que assumiu a presidência na esteira do impeachment de Dilma que, para diversos setores da esquerda, considerou-se um golpe.

“Sabemos que Alckmin não está saindo do PSDB porque rompeu com uma política neoliberal. Ele foi derrotado dentro do partido”, disse à TV 247.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo ela, a união com o ex-tucano pode ter efeito negativo por ele fazer parte de um grupo de “algozes do povo”. A petista projeta ainda que o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) investirá novamente num “discurso antissistema” caso a chapa Lula-Alckmin seja confirmada.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags