Participamos do

Bolsonaro recebe medalha na Câmara sob gritos de "genocida" e "mito"

O mandatário recebeu a medalha por indicação do deputado federal e líder do PSL na Câmara, Vitor Hugo. Parlamentares integrantes da minoria na Câmara dos Deputados organizaram um protesto coletivo contra o chefe do Executivo nacional
13:01 | Nov. 24, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu, nesta quarta-feira, 24, a medalha Mérito Legislativo em meio a gritos de "genocida" e "mito" em cerimônia realizada na Câmara dos Deputados. Ao ser condecorado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), Bolsonaro ouviu vaias de deputados opositores e aplausos de simpatizantes. 

O mandatário recebeu a medalha por indicação do deputado federal e líder do PSL na Câmara, Vitor Hugo. A condecoração visa reconhecer o trabalho de autoridades, personalidades, instituições ou entidades que tenham prestado serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil.

Na abertura da sessão, Arthur Lira fez um discurso sem referências diretas a Bolsonaro, destacando de forma geral a contribuição de todos os agraciados com a medalha e o papel da Câmara em meio à pandemia do novo coronavírus. O momento da homenagem foi filmado e aclamando por bolsonaristas presentes no plenário da Casa. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Presidindo a sessão, a segunda secretária da Mesa Diretora, a deputada Marília Arraes (PT-AL), fez um discurso com críticas a Bolsonaro. Ela citou um relatório sobre o Estado da democracia no mundo, publicado pelo Idea (Instituto internacional pela democracia e assistência eleitoral).

"Infelizmente entre os países classificados como democracia em declínio, o Brasil se destaca: foi o que mais perdeu atributos democráticos em 2020. O documento cita nominalmente o presidente da República, apontando suas ameaças a descumprir decisões do STF, tentativa de apagamento de vozes críticas, divulgação de fake news, má gestão da pandemia", disse a deputada. 

"Para aqueles que não exibam as credenciais democráticas que a concessão do mérito legislativo pressupõe, nunca é tarde para começar. Fazemos sinceros votos para que a concessão dessa honraria contribua para a formação de princípios e valores que ela representa", completou.

"Projeção para a inflação no Brasil em 2021 sobe para 9,8%, democracia sob ameaça, o país descendo a ladeira e a Câmara dos Deputados homenageia Bolsonaro com Medalha Mérito Legislativo. Fim da picada! A medalha que ele tinha que receber é da vergonha nacional!", escreveu a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann. 

Parlamentares integrantes da minoria na Câmara dos Deputados organizaram um protesto coletivo contra o chefe do Executivo nacional. Juntos, eles empunharam cartazes com as palavras "Medalha do Desmatamento", "Medalha da Rachadinha" e "Medalha da Miséria".

O vice-líder da minoria, deputado José Guimarães (PT), também esteve presente na manifetação: "Não há mérito pelo aumento da fome, do desemprego, do desmatamento. Bolsonaro deveria receber a medalha de pior presidente da história, isso sim!", escreveu nas redes sociais. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente