Participamos do

Lula perde ação contra Eduardo Bolsonaro por compartilhamento de informação enganosa

Informação inverídica foi compartilhada pelo deputado após falha em processo sobre a ex-primeira-dama Marisa Letícia
15:58 | Set. 20, 2021
Autor Maria Eduarda Pessoa
Foto do autor
Maria Eduarda Pessoa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Justiça do Distrito Federal negou o recurso do ex-presidente Lula (PT), que pedia indenização de R$ 131.400,00 ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por divulgação de fake news sobre a ex-primeira-dama Marisa Letícia.

O pedido já havia sido negado em março, em decisão de primeira instância, proferida pelo juiz Alex Costa de Oliveira, da 4ª Vara Cível de Brasília. Após a decisão, a defesa de Lula e seus três filhos entrou com recurso, que agora também foi negado.

Em 2020, o parlamentar compartilhou publicação que dizia que Marisa tinha R$ 256 milhões investidos, quando, na verdade, o montante era de R$ 26 mil. O equívoco foi atribuído a um erro de digitação de um juiz da 1ª Vara da Família de São Bernardo do Campo (SP).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na decisão favorável ao deputado, o desembargador Rômulo de Araújo Mendes, do TJDFT, apontou a confusão dos valores e defendeu que o comentário do filho do presidente Jair Bolsonaro não demonstrou intenção de ferir o direito de personalidade de Marisa Letícia, “mostrando-se descabida a pretensão reparatória por danos morais”.

O magistrado determinou a Lula o pagamento das custas processuais e dos honorários da advogada de Eduardo, Karina Kufa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags