Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

No País, haverá encontros "para discutir oportunidades de fortalecer a parceria estratégica" entre os dois países, bem como para "melhorar a estabilidade regional" e "avançar nas metas climáticas"
Autor - AFP
Foto do autor
- AFP Autor
Tipo Notícia

O assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará ao Brasil e à Argentina esta semana para fortalecer "laços estratégicos" com os dois países-chave do continente, informou a Casa Branca nesta segunda-feira, 2.

"Em sua primeira viagem à região, o Sr. Sullivan se reunirá com importantes aliados não pertencentes à Otan nas Américas", revelou Emily Horne, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional (NSC) da administração de Joe Biden, em um comunicado.

Além de Sullivan, a delegação será integrada por altos funcionários do NSC: o diretor para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Juan González; o Diretor de Tecnologia e Segurança Nacional, Tarun Chhabra; e o diretor de segurança cibernética, Amit Mital.

Eles estarão acompanhados por Ricardo Zúñiga, alto funcionário do Departamento de Estado e atual emissário para o Triângulo Norte da América Central, formado por Guatemala, Honduras e El Salvador.

No Brasil, haverá encontros "para discutir oportunidades de fortalecer a parceria estratégica" entre os dois países, bem como para "melhorar a estabilidade regional, avançar nas metas climáticas, colaborar na infraestrutura digital e ajudar a traçar um caminho de recuperação da pandemia covid-19", informou Horne.

"Na Argentina, serão discutidos os crescentes laços estratégicos nas prioridades bilaterais e regionais", acrescentou, destacando a recuperação após a pandemia, as questões ambientais e o crescimento econômico e de segurança.

A Argentina recebeu o status de importante aliado não-Otan dos Estados Unidos em 1998, sob o governo de Bill Clinton, enquanto o Brasil o obteve em 2019, sob a administração de Donald Trump.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Olimpíadas: Brasil pode ganhar até 10 medalhas entre hoje, 2, e terça, 3

Jogos Olímpicos
22:15 | Ago. 02, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A madrugada desta terça-feira, 3 de agosto (03/08), promete ser decisiva para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os atletas brasileiros possuem chances de conseguir medalhas em dez provas, com chances consideráveis de pódio em pelo menos seis. A partir das 21 horas (horário de Brasília) de hoje, segunda-feira, 2, seguindo até as 7h20min da terça-feira, 3, o País será representado nas Olimpíadas em esportes como canoagem, boxe, vôlei, futebol, dentre outros.

Programação do Brasil nas Olimpíadas hoje, 2, e terça, 3

22:00: No vôlei de praia, Ana Patrícia e a cearense Rebecca disputam as quartas de final contra a dupla suíça Vergé-Dépré e Heidrich.

23h54: Se a dupla Isaquias Queiroz e Godmann conseguirem avançar para a final da canoagem, esse é o horário previsto para a decisão. 

00h20: No atletismo, Alison dos Santos disputa a final dos 400 metros com barreira. Com o segundo melhor tempo na semifinal, ele é um dos favoritos ao pódio. 

00h33: Na vela, a dupla brasileira Kahena Kunze e Martine Grael, disputa a regata da classe 49er FX. Na briga pelo ouro, elas já eram favoritas antes mesmo do início das Olimpíadas e entram na regata final, que vale o dobro de pontos, na liderança geral.

1h: A seleção masculina de vôlei disputa sua primeira partida eliminatória contra o Japão, ambos favoritos ao pódio. 

3h33: Na vela, na Classe Nacra 17, a dupla brasileira Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht participam da regata final.

5h: O horário fica dividido entre o boxe e a semifinal de futebol entre Brasil e México, ambos possuem chances de medalha. No boxe, Beatriz Ferreira, disputa as quartas de final contra Raykhona Kodsova, do Uzbequistão. Se vencer, ela já garante uma medalha para o Brasil por avançar para as semifinais (não existe disputa pelo bronze no boxe). No futebol, se o Brasil vencer o México, garante vaga para a final e conquista no mínimo a prata. 

5h48: Na ginástica artística, Flávia Saraiva disputa a final da trave. Vale destacar que Simone Biles estará na disputa, a prova será a única final disputada pela americana após uma série de desistências nos Jogos de Tóquio. 

6h18: No boxe, o lutador brasileiro Wanderson Oliveira tem um confronto contra Andy Cruz, de Cuba, país com tradição no esporte. Se o brasileiro conseguir vencer, garante pelo menos a medalha de bronze. 

6h50: Ainda no boxe, o brasileiro Abner Teixeira já tem sua medalha garantida. A disputa será por uma vaga na final, novamente contra a Cuba, desta vez contra Julio La Cruz.

7h20: Com mais uma chance de medalha, o atual campeão olímpico, Thiago Braz está na disputa do salto com vara. Apesar do favorito na prova ser o sueco Armand Duplantis, atual recordista mundial, o brasileiro permanece sendo um dos melhores do mundo na modalidade e possui chances de pódio.  

OLIMPÍADAS DE TÓQUIO: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tinga lamenta falta de eficiência no Clássico-Rei e projeta duelo mais aberto contra o CRB

FOCO NO CRB
21:00 | Ago. 02, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A derrota por 3 a 1 no Clássico-Rei deste domingo, 1, incomodou o lateral-direito e também zagueiro Tinga. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 2, o dono da camisa dois não escondeu a frustração pelo revés diante do Ceará, mas ressaltou que o foco agora é o CRB-AL, próximo confronto do Tricolor, nesta quarta-feira, 4, às 16h30min, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Com certeza foi muito difícil dormir ontem, depois de como foi o resultado, mas estamos concentrados, sabemos da dificuldade que foi e demos o nosso melhor. Clássico é nos detalhes e a gente não foi tão eficiente quanto eles. Fizemos um bom primeiro tempo, poderíamos ter ampliado o placar. Mas bola pra frente, hoje o pensamento é no CRB, temos totais condições de fazer um grande jogo lá, vamos jogar sempre para frente para conseguir a classificação", disse.

Contra o Ceará, o Leão finalizou 28 vezes, sendo 8 chutes em direção ao gol. No entanto, o Tricolor marcou apenas uma vez, com o próprio Tinga, no início da partida. Questionado se a ineficiência diante do Vovô era motivo para preocupação, o defensor foi enfático ao falar que não.

"Não preocupa. Estamos bem preparados, já conversamos depois do jogo, sabemos no que pecamos, no que erramos e o que podemos minimizar dos erros. Estamos muito concentrados e focados, temos uma batalha difícil em Alagoas", ressaltou.

No primeiro duelo entre Fortaleza e CRB-AL, o Tricolor venceu de virada por 2 a 1, conquistando a vantagem de jogar pelo empate no jogo de volta. Em virtude do primeiro resultado e com a necessidade do clube alagoano fazer gols para se classificar, Tinga acredita que o jogo em Maceió será mais aberto do que foi na Arena Castelão.

"Eles precisam vencer, então não vão esperar tanto, vão tentar pressionar a gente no começo, para ver se vamos errar ou dar alguma bobeira. Vai ser um jogo muito difícil. Teremos muito espaço, oportunidade de fazer gols, com certeza eles irão dar brecha. No jogo no Castelão, eles jogaram com as duas linhas bem fechadas, no contra-ataque, esperando nosso erro. Isso dificultou bastante. Acho que no Rei Pelé vai ser um jogo mais aberto. Vai ser bom para nós e temos que ser mais eficientes para conseguir a classificação", analisa.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil registra 389 mortes e 15.143 casos nas últimas 24 horas

Boletim
20:00 | Ago. 02, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 389 mortes em decorrência da Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde nesta segunda-feira, 2, às 18 horas. Durante o período, também foram notificados 15.143 novos casos de contágio pela doença. Atualmente, o Brasil registra um total 19.953.501 casos de contágio, além de acumular 557.223 vítimas da doença. 

Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos se encontra em 960, enquanto que a média de casos se encontra em 35.120. Em número total de mortes, São Paulo continua como o estado brasileiro com maior registros, com 139.059 casos. Em seguida, vem os estados do Rio de Janeiro, com 59.375 óbitos, e Minas Gerais, com 50.628.

A taxa de letalidade em todo território nacional é de 2,8%. Dentre os estados, o maior índice registrado é no Rio de Janeiro, com taxa de 5,7%. O Ceará é o segundo estado do Nordeste e o sétimo do Brasil a registrar mais mortes desde o início da pandemia. Segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados esta segunda-feira, 2, às 9h10min, o Estado soma 919.544 casos confirmados de Covid-19 e 23.528 mortes pela doença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil x México ao vivo nas Olimpíadas: onde assistir à seleção de futebol

Futebol masculino
18:56 | Ago. 02, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Brasil e México se enfrentam no início da manhã desta terça-feira, 3 de agosto (03/08), no futebol masculino, em partida das semifinais das Olimpíadas de Tóquio 2020. O jogo da seleção brasileira masculina será disputado no Estádio de Kashima, em Ibaraki, no Japão, a partir das 5 horas (horário de Brasília). As Olimpíadas estão hoje, segunda, 2 de agosto (02/08), no 11º dia.

O confronto terá transmissão ao vivo na TV Globo, canal televisivo gratuito, nas emissoras pagas Bandsports e SporTV e online no serviço de streaming GloboPlay. Confira como assistir e demais informações ao final do texto.

Depois de conquistar duas vitórias e um empate, somando sete pontos, a seleção brasileira olímpica de futebol fechou a fase de grupos na primeira posição do grupo D. Na última partida, a equipe brasileira venceu o Egito por 1x0, com gol de Matheus Cunha, garantiu a vaga para a semifinal. 

Brasil x México ao vivo: onde assistir

TV Globo: na TV aberta

Bandsports e SporTV: para clientes das operadoras de TV a cabo compatíveis

Globoplay: para assinantes do serviço online de streaming

Olimpíadas 2021 - futebol masculino

Provável escalação

Brasil:

Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos, Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães, Claudinho, Antony; Matheus Cunha e Richarlison.

México:

Ochoa; Lorona, Montes, Vásquez, Angulo; Rodríguez, Cordova, Romo; Lainez, Martín e Vega.

Quando será Brasil x México

Terça-feira, 3 de julho (03/08), às 5 horas (horário de Brasília)

Onde será Brasil x México 

Estádio de Kashima, em Ibaraki, no Japão

OLIMPÍADAS DE TÓQUIO: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Startups brasileiras captam US$ 484,4 mi com 44 rodadas de investimento em julho

ECONOMIA
17:32 | Ago. 02, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

As startups brasileiras captaram US$ 484,4 milhões (quase R$ 2,5 bilhões) em 44 rodadas de venture capital durante o mês de julho de 2021. O valor é 35% maior em relação a julho do ano passado (US$ 356 milhões) e 75% menor em relação a junho de 2021 (US$ 2 bilhões), quando o mercado contou com rodadas maiores para startups late-stage (estágio avançado). Os dados são do relatório Inside Venture Capital.
Segundo o levantamento elaborado pela plataforma Distrito e divulgado nesta segunda-feira, as rodadas em retailtechs (startups de tecnologia para o varejo) tiveram o maior volume de investimentos (US$ 191,6 milhões), com as principais captações de Daki - que oferece serviço de delivery em 15 minutos - e ABC da Construção.
"Há intensificação da disputa pelo mercado de entregas rápidas e o e-commerce se beneficia disso", afirmou Gustavo Gierun, cofundador e sócio da Distrito, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, 2.
Em seguida vêm as fintechs, com US$ 174,8 milhões em investimentos, sendo as maiores rodadas de Blu, Will.Bank e Nomad. "O segmento de serviços financeiros ainda é um dos mais importantes. Vemos um número de investimentos bem grande, o que mostra que a indústria continua crescendo e oferece diversas possibilidades", diz Gierun.
O cofundador da Distrito ainda destaca o avanço das startups de saúde e educação (healthtechs e edtechs), que captaram US$ 33,1 milhões e US$ 13,8 milhões em julho, respectivamente. "Esses setores não eram grandes nos últimos dois anos, mas figuram como as principais teses de 2021", explica.
Neste ano, as movimentações em venture capital já totalizam US$ 5,6 bilhões investidos por meio de 412 aportes.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags