PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Após fala de Bolsonaro, Mourão garante: "As eleições serão realizadas"

A afirmação foi em conversa com a CNN e vai na contramão do que defende o presidente Jair Bolsonaro, que ameaça a realização da eleição caso não seja implementado o voto impresso

16:20 | 12/07/2021
 Vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB) (Foto: nome do fotografo/Agência Bras)
Vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB) (Foto: nome do fotografo/Agência Bras)

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou à CNN que as eleições presidenciais do ano que vem serão realizadas independente da aprovação da proposta do voto impresso auditável. A despeito do que diz o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em conversa com o canal, o general da reserva afastou a possibilidade de não haver pleito nacional. "As eleições serão realizadas", declarou.

Na última sexta-feira, 9, o presidente Jair Bolsonaro acusou, sem provas, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de participar de fraudes e disse que caso a PEC do voto impresso não seja aprovada, há “risco de não termos eleições no ano que vem”.

"A fraude está no TSE, para não ter dúvida. Isso foi feito em 2014", disse o presidente. "Não tenho medo de eleições. Entrego a faixa para quem ganhar no voto auditável e confiável. Dessa forma, corremos o risco de não termos eleições no ano que vem", completou.

A fala marcou uma semana de ataques consecutivos contra o sistema eleitoral e as urnas 100% eletrônicas. Bolsonaro é a favor do voto impresso auditável e defende que, caso o sistema não seja implementado até 2022, há risco de fraude no resultado das eleições.

A postura de Bolsonaro despertou também a reação do presidente do TSE, ministro Roberto Barroso, que, assim como Mourão, garantiu a realização do pleito. "Cumpro o meu papel pelo bem do Brasil. Mas eleição vai haver, eu garanto", afirmou, em mensagem enviada ao jornalista Josias de Souza, do portal UOL.