PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Prefeitura de Guarulhos acionará MP contra veterinária que recebeu três doses de vacina 

Na última quinta-feira, 1º, uma publicação feita pela veterinária em suas redes sociais viralizou

Filipe Pereira
19:27 | 02/07/2021
Jussara publicou o comprovante das três doses nas redes sociais

 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Jussara publicou o comprovante das três doses nas redes sociais (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Prefeitura de Guarulhos, cidade do estado de São Paulo, anunciou que vai acionar o Ministério Público (MP) contra a veterinária Jussara Sonner. Ela alegou nas redes sociais ter tomado três doses de vacina contra a Covid-19, após burlar o sistema de vacinação. O prefeito do município, Gustavo Henric Costa, mais conhecido como Guti (PSD), classificou o ato como um "comportamento inaceitável, criminoso e de má-fé com a sociedade, pois tira a vez de alguém se vacinar".

Na última quinta-feira, 1º, uma publicação feita pela veterinária em suas redes sociais viralizou. A mulher alegou não acreditar em vacinas, mas que agora se sente "mais segura para viajar para onde eu quiser". Para conseguir fraudar o sistema, a veterinária afirma ter procurado um bairro “meio que de favela” em Guarulhos, onde não havia internet nem computadores para checagem de dados.

"Uma sorte, anotaram meu nome em uma folha timbrada, quando cair no sistema já será tarde", escreveu. A denúncia foi feita pela página do Instagram Brasil Fede COVID. Após a repercussão do caso nas redes sociais, a veterinária tornou a conta do Instagram privada.

Jussara é bolsonarista e mostrou apoio ao presidente Bolsonaro por diversas vezes nas redes sociais
Jussara é bolsonarista e mostrou apoio ao presidente Bolsonaro por diversas vezes nas redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook)

"A Prefeitura dispõe de muitos esforços para conseguir vacinar com a quantidade de doses que recebe, como é seu dever. Nós contamos com a boa-fé das pessoas, principalmente em uma pandemia", afirmou Guti em suas redes sociais. Ele ainda frisou que a atitude da mulher coloca a própria vida dela em risco, "pois não há como saber se a dose excessiva é segura".

Segue a nota na íntegra:

"O prefeito de Guarulhos, Guti, tomou conhecimento nesta manhã das postagens desta médica veterinária e imediatamente determinou que o caso fosse enviado ao Ministério Público Estadual para que ela seja investigada. A Prefeitura não mede esforços para promover uma vacinação célere e eficiente, criando critérios objetivos para a contemplação de sua população. Mas não se pode fechar os olhos para abusos e fraudes que visem burlar esse sistema, ainda mais baseadas em motivações desprovidas de amparo científico que possam prejudicar grupos prioritários para a vacinação, como neste caso. A Secretaria Municipal de Saúde também abriu um procedimento interno para apurar que tipo de falha pode ter ocorrido neste caso em que a mesma pessoa foi vacinada duplamente com dois imunizantes diferentes".