PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Maia quer alternativa a Lula e Bolsonaro, mas diz que votaria no petista no 2º turno

Em 2018, o deputado federal carioca votou em Jair Bolsonaro, movido pela promessa liberal representada por Paulo Guedes

Carlos Holanda
13:09 | 07/06/2021
RODRIGO MAIA quando esteve no CE pedindo votos para Rossi, então candidato à Presidência da Câmara dos Deputados. Para 2022, o político defende "terceira via", mas anunciou voto em Lula se petista for ao segundo turno contra Bolsonaro (Foto: Aurelio Alves)
RODRIGO MAIA quando esteve no CE pedindo votos para Rossi, então candidato à Presidência da Câmara dos Deputados. Para 2022, o político defende "terceira via", mas anunciou voto em Lula se petista for ao segundo turno contra Bolsonaro (Foto: Aurelio Alves)

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu que o centro político se una em prol da construção de um caminho alternativo ao ex-presidente Lula (PT) e ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a chamada terceira via. Mas ele afirmou ao portal Uol que, em um cenário com a presença deles no segundo turno, votará no petista.   

Em 2018, o deputado federal carioca votou em Jair Bolsonaro, movido pela promessa liberal representada por Paulo Guedes, ministro da Economia. Contudo, ele se desencantou com a capacidade de entrega de resultados do economista.

"Eu não tendo a votar nulo ou branco, tenho sempre posições. No segundo turno, entre o candidato que eu considero democrático, que tem avanços importantes no Brasil, mas cometeu erros também, e outro que eu acho que não respeita as instituições democráticas, é óbvio que vou votar pela democracia", anunciou Maia em referência positiva a Lula. 

Entre os possíveis representantes do centro, ele citou mais uma vez o cearense Ciro Gomes (PDT), além de João Doria e Eduardo Leite, ambos do PSDB.

Em 15 de junho, estreia Jogo Político!