PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Conmebol agradece Bolsonaro por Brasil sediar Copa América e gera polêmica

O pronunciamento gerou polêmicas nas redes sociais devido ato fato de o País ainda enfrentar grave crise de saúde e não ter vacinação para toda a população

Filipe Pereira
13:36 | 31/05/2021
Centenário, em Montevidéu-URU, é o palco das finais da Libertadores e Sul-Americana 2021  (Foto: Divulgação / Conmebol)
Centenário, em Montevidéu-URU, é o palco das finais da Libertadores e Sul-Americana 2021 (Foto: Divulgação / Conmebol)

A Conmebol agradeceu, nesta segunda-feira, 31, ao presidente Jair Bolsonaro e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por “abrir as portas” do Brasil para a realização da Copa América deste ano, após a Argentina desistir de organizar o evento em meio à pandemia de Covid-19. Houve uma consulta ao governo federal, que deu sinal verde para o torneio. 

O Brasil receberá a CONMEBOL @CopaAmerica 2021! O melhor futebol do mundo levará alegria e paixão a milhões de sul-americanos. A CONMEBOL agradece ao presidente @jairbolsonaro e sua equipe, assim como à Confederação Brasileira de Futebol @CBF_Futebol,

A publicação gerou polêmica nas redes sociais. O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) pediu a convocação de Rogério Caboclo, presidente da CBF, para a CPI da Covid. "A questão é não brincar com a vida dos brasileiros. E não fazer demagogia a troco da morte de inocentes", disse o pedetista.

O presidente da CPI da Covid no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), disse hoje não ver grandes problemas na realização da Copa América no Brasil, desde que sejam adotadas medidas sanitárias para evitar, por exemplo, a disseminação de novas cepas do coronavírus. "Se não tiver público e tiver todas as garantias sanitárias, com certeza absoluta, não vejo grandes problemas, porque nós temos já campeonatos andando", disse o parlamentar.