PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa, diz Bolsonaro sobre isolamento social

Brasil possui o segundo maior número de mortes pela doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e a terceira maior contagem de casos confirmados de coronavírus Já são mais de 435 mil mortes e 15,6 milhões de casos

13:42 | 17/05/2021
(Brasília - DF, 15/05/2021) Presidente Jair Bolsonaro durante Ato do Movimento Brasil Verde e Amarelo na Esplanada dos Ministérios..Foto: Alan Santos/PR (Foto: Alan Santos/PR)
(Brasília - DF, 15/05/2021) Presidente Jair Bolsonaro durante Ato do Movimento Brasil Verde e Amarelo na Esplanada dos Ministérios..Foto: Alan Santos/PR (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou de "idiotas" as pessoas que obedecem medidas restritivas para evitar a disseminação do coronavírus. A declaração foi dada em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira, 17, em Brasília.

"Tem uns idiotas aí, o 'fique em casa'. Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa. Se o campo tivesse ficado em casa, esse cara tinha morrido de fome, esse idiota tinha morrido de fome. Daí, ficam reclamando de tudo", afirmou na saída do Palácio da Alvorada, ao agradecer o apoio que recebeu no fim de semana de produtores e representantes do agronegócio.

O presidente tem elevado o tom crítico às medidas restritivas e continua a promover aglomerações e recusar-se a utilizar máscara. No início de maio, Bolsonaro ameaçou editar decreto contra o isolamento para "garantir o direito de ir e vir", e desafiou o Supremo Tribunal Federal (STF) na ocasião ao dizer que, se o texto for publicado, não seria contestado em "nenhum tribunal".

O Brasil possui o segundo maior número de mortes pela doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e a terceira maior contagem de casos confirmados de coronavírus, atrás de EUA e Índia. Já são mais de 435 mil mortes e 15,6 milhões de casos.