Participamos do

Bolsonaro reclama de requerimento de Girão: Não interessa onde fui

Girão quer que o Planalto envie informações sobre as saídas do presidente em meio à circulação do vírus
19:42 | Mai. 05, 2021
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) demonstrou raiva com o requerimento protocolado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE) a fim de que as saídas que deu durante a pandemia nas quais foi sem máscara e gerou aglomerações, sejam esclarecidas

"Não interessa onde eu estava", ele afirmou sem citá-lo, para em seguida responder o que fez. "Respeito a CPI: estive no meio do povo. Tenho que dar exemplo. É fácil para mim ficar dentro do Palácio do Alvorada. Tem tudo lá." A fala ocorreu em cerimônia no Planalto sobre lançamento da tecnologia 5G.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Girão quer que o Planalto envie informações sobre as saídas do presidente em meio à circulação do vírus no País. Uma das aglomerações de Bolsonaro ocorreu em dois municípios cearenses, como Tianguá e Caucaia, em 26 de fevereiro, mas essas não terão de ser explicadas.

No requerimento que deixou Bolsonaro insatisfeito, segundo o site do Senado, Girão pede para que a Presidência da República envie planilha contendo os registros (com data e local) e também os nomes da autoridades envolvidas nos deslocamentos que provocaram aglomerações no Distrito Federal.

Segundo ele escreve na justificativa, as informações servirão para "elucidação de diversos aspectos relacionados ao objeto de investigação da comissão".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags