Participamos do

Bolsonaro, Ciro e Lula lamentam morte de Paulo Gustavo; veja repercussão entre políticos

Ator foi mais uma vítima de complicações da Covid-19 e falaeceu após mais de 50 dias internado
12:52 | Mai. 05, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A classe política brasileira repercutiu a morte do ator e humorista Paulo Gustavo, 42, vítima da Covid-19 na última terça-feira, 4. Prováveis candidatos à Presidência da República no pleito do ano que vem manifestaram-se nas redes sociais; dentre eles o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

“Meus votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo, que com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil. Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid”, escreveu Bolsonaro.

“A covid levou hoje mais um de nós. Um grande brasileiro, que brindou nosso país com tanta alegria. Descanse em paz. Seu talento jamais será esquecido”, afirmou Lula. Já Ciro Gomes lamentou mais uma vítima do coronavírus e afirmou que o ex-ator “será sempre lembrado por sua alegria e sua arte”.



Outros atores políticos também foram às redes sociais onde prestaram solidariedade aos familiares e aos fãs de Paulo Gustavo. Os governadores do Ceará, Camilo Santana (PT), do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e de São Paulo, João Doria (PSDB), comentaram o ocorrido. Além deles, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), manifestou-se em nome da Casa Legislativa.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags