PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Câmara de Fortaleza: Larissa Gaspar é eleita presidente da Comissão de Direitos Humanos

Em 2021, o colegiado já passou por três eleições para sua presidência. Processo anteriores chagaram a ser anulados e judicializados.

Filipe Pereira
12:07 | 30/03/2021
Larissa Gaspar (PT) (Foto: Tatiana Fortes em 01/10/2019)
Larissa Gaspar (PT) (Foto: Tatiana Fortes em 01/10/2019)

A vereadora Larissa Gaspar (PT) foi eleita nesta terça-feira, 30, por unanimidade, como presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFOR). A parlamentar recebeu os seis votos e terá como vice Adriana Nossa Cara (PSOL). A petista assume seu terceiro biênio como líder da  comissão. 

Participaram da votação os vereadores José Freire (PSD), Tia Francisca (PL), Adriana Nossa Cara (Psol), Robério Sampaio (substituindo a vereadora licenciada Priscila Costa) e Emanuel Acrízio (PP). O parlamentar Consul do Povo (PSC) não participou.

Larissa Gaspar, do PT, será presidente do colegiado pelos próximos dois anos. No entanto, a bolsonarista Priscila Costa (PSC), que chegou a ser eleita na semana passada para comandar o grupo, e teve ato anulado pela presidência da Casa, deu entrada em mandado de segurança contra a decisão.

Em três meses, foram três eleições para a CDH da Câmara. A primeira, ainda em fevereiro, elegeu Priscila Costa. Contudo, o processo foi anulado pelo presidente da CMFor, o vereador Antônio Henrique (PDT), uma vez que membros de alguns colegiados foram trocados ou remanejados sem aviso oficial prévio.

Priscila chegou a questionar o processo, argumentando que a anulação de sua eleição não tinha base regimental. Ainda no mesmo mês, outra eleição deu para Larissa a presidência do colegiado. Judicializada, a eleição não foi reconhecida pela Justiça porque a convocação não havia sido publicada. A Câmara então decidiu convocar novamente os vereadores para uma nova escolha.