PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro critica Doria e rebate ironia de Lula sobre terraplanismo

Ainda na transmissão ao vivo, o chefe do Executivo criticou João Doria, governador de São Paulo e o acusou de se movimentar de olho na sucessão presidencial

21:45 | 11/03/2021
Presidente Jair Bolsonaro exibe um globo terrestre em live para rebater crítica de Lula (Foto: Reprodução/YouTube)
Presidente Jair Bolsonaro exibe um globo terrestre em live para rebater crítica de Lula (Foto: Reprodução/YouTube)

O presidente Jair Bolsonaro usou a sua live semanal para atacar dois de seus potenciais adversários nas eleições do ano que vem: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, João Doria. Ao criticar o endurecimento das restrições anunciado em São Paulo nesta quinta, 11, Bolsonaro acusou Doria de se movimentar de olho na sucessão presidencial, traçando também uma comparação com o governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC), que flexibilizou medidas de contenção do vírus por, na opinião do presidente, não estar pensando em 2022.

"Quer votar no engomadinho, que coloca o cabelo pro lado, vive com máscara, mas que tem pancadão na casa dele de vez em quando? Vote nesse cara que é educado. Ele vai falar fino, vai falar que está preocupado com sua vida. Tá o cacete, tá preocupado com 2022", disse Bolsonaro num momento da live em que subiu ainda mais o tom contra Doria.

LEIA TAMBÉM | Eduardo Bolsonaro repete gesto do pai, divulga carta de suicida e é criticado

O presidente voltou a dizer que os Estados que fecham o comércio, gerando assim maior número de trabalhadores desocupados, também devem pagar o auxílio emergencial, uma vez que o governo federal está com a dívida no limite e vai relançar o coronavoucher a um custo de R$ 44 bilhões.

Antes de Doria, Bolsonaro usou a live para rebater as declarações, carregadas de ironia, dadas pelo ex-presidente Lula nesta quarta, 10, de que o atual chefe do Executivo não sabe que a Terra é redonda, mesmo tendo em sua equipe o astronauta Marcos Pontes (ministro da Ciência), que já testemunhou o formato esférico do planeta.

LEIA TAMBÉM | Eduardo Cunha segue Lula, acusa 'suspeição' de Moro e pede anulação de condenação

Com a réplica do globo terrestre posicionada em sua mesa, Bolsonaro disse que críticas "baratas" não procedem e aproveitou a citação ao ministro Pontes para contrastar seu ministério com a equipe de Lula. "Olha a qualidade dos meus ministros e a do presidiário", disse Bolsonaro, que no fim da live, já mais descontraído, chamou Pontes para "confirmar" que a Terra é redonda.