PUBLICIDADE
Política
Noticia

Senador Eduardo Girão vê com otimismo viagem de Bolsonaro ao Ceará

Para o parlamentar, presença de Bolsonaro pode ampliar o nível de atenção às necessidades do Ceará

15:24 | 25/02/2021
O senador Eduardo Girão (Foto: Mauri Melo/O POVO)
O senador Eduardo Girão (Foto: Mauri Melo/O POVO)

O senador Eduardo Girão (Podemos) está otimista em relação à vista do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Ceará, marcada para a próxima sexta-feira, 26. Segundo o parlamentar, Bolsonaro deverá tomar todas as medidas sanitárias necessárias contra a proliferação da Covid-19.

"Espero, como cearense, que a visita do presidente Bolsonaro, atendendo todas as medidas preventivas de segurança sanitária, seja positiva no sentido de ampliar o nível de atenção às necessidades do Ceará", afirma o parlamentar.

Bolsonaro faz sua segunda visita ao Ceará em menos de 5 meses. Ele irá dar ordens de serviços para a retomada de obras em Tianguá, Caucaia e Fortaleza. A agenda da comitiva deve marcar a assinatura de ordens de serviço para o reinício da Travessia Urbana de Tianguá, na BR-222/CE, novos traçados da rodovia (variantes) em Umirim e no distrito de Frios, também na BR-222/CE, além da conclusão do viaduto de acesso à cidade de Horizonte/CE, na BR-116/CE.

O presidente será acompanhado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. O objetivo da visita é participar de uma ação que visa focar na conclusão de obras paralisadas por gestões anteriores.

No campo político, a presença do presidente pode gerar novos embaraços já que acontece em meio a vigência do decreto do governador Camilo Santana (PT) que estabelece medidas mais restritivas para evitar a propagação da Covid-19. A presença do governador nos eventos não está confirmada. De acordo com fonte do Abolição, nenhum convite foi feito a Camilo, cujo grupo político faz oposição ao presidente.

O presidente também tenta reverter tendência de queda de popularidade, acenando com inaugurações em regiões do País onde teve baixa votação em 2018 e nas quais aposta para assegurar a reeleição em 2022, tais como Norte e Nordeste.

Última visita de Bolsonaro ao Ceará foi marcada por aglomeração. Veja: