PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ciro pede que Congresso 'cumpra o dever' e abra impeachment contra Bolsonaro

Em sua conta no Twitter, o pedetista reagiu ao fechamento da empresa Ford no Brasil. Ciro afirmou ainda que, em 2020, o Brasil atingiu a menor participação na produção industrial desde 1990

Filipe Pereira
14:36 | 12/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 30-10-2019: Ciro Gomes, Politico e Ex-Governador do Ceará, Palestra na Assembleia Legislativa., sobre Direito Eleitoral. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). POL 02.06.2020 (Foto: AURELIO ALVES)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 30-10-2019: Ciro Gomes, Politico e Ex-Governador do Ceará, Palestra na Assembleia Legislativa., sobre Direito Eleitoral. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). POL 02.06.2020 (Foto: AURELIO ALVES)

Na noite desta segunda-feira, 11, o vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes, defendeu novamente o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em suas redes sociais, o pedetista se pronunciou após a empresa Ford anunciar o encerramento da sua produção no Brasil, após 100 anos de de atuação, e pediu que o Congresso Nacional "cumpra seu dever". 

Ainda no Twitter, Ciro afirmou que, em 2020, o Brasil atingiu a menor participação na produção industrial desde 1990. Ele avaliou que fechamento das fábricas da Ford acontece em um momento em que a população “sofre com fome, miséria e desemprego recorde”. “Tragédia que venho alertando há muito tempo”, disse em publicação.

LEIA MAIS | Fechamento da fábrica da Troller no Ceará vai deixar 470 pessoas desempregadas

Em abril de 2020, o ex-candidato presidencial e o presidente do PDT, Carlos Lupi, chegaram a protocolar  um pedido de impeachment contra Bolsonaro por sua participação no ato em que apoiadores pediam uma intervenção militar no país. O pedido, no entanto, não foi apreciado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).