PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Em Salvador, Bruno Reis diz que prioridade de gestão é educação

21:03 | 01/01/2021

Prefeito eleito de Salvador, Bruno Reis (DEM) afirmou nesta sexta-feira, 1º de janeiro, que vai tornar a capital baiana referência em educação no Brasil e no mundo. Em meio à segunda onda de uma das maiores crises sanitárias da história, o democrata considera, contudo, que a retomada das aulas é o maior desafio de sua gestão. Em discurso de posse, Reis também elencou o transporte público, além de questões sociais e econômicas, como pontos prioritários.

"Temos que tomar decisões para reorganizar o sistema. Decisões que não são fáceis. Vamos ter que organizar a retomada das aulas, esse é um desafio colocado. Porque tem as crianças e precisamos cuidar para que elas não percam dois anos e comprometam o seu presente e futuro. Quero ser o prefeito da educação e vou trabalhar, me dedicar, me empenhar por isso", destacou, em cerimônia na Câmara Municipal.

Ao comentar as circunstâncias em que inicia a gestão, em plena pandemia, Bruno garantiu que o seu plano de governo vai precisar agir rápido para diminuir os danos econômicos e sociais causados pela covid-19. "Os desafios não são os mesmos de 2013. Os efeitos colaterais da pandemia são graves tanto no campo social, quanto no campo econômico. Se a cidade já era pobre, desigual, esses problemas aumentaram e se agravaram. Vamos nos dedicar muito para, através de emprego, renda e geração de oportunidades, combater a desigualdade existente em Salvador."

O prefeito reforçou que não há tempo para se preocupar com polêmicas quanto à vacina. Ele já havia afirmado que as seringas e agulhas estão compradas, o plano de imunização, definido, e que a cidade se prepara para investir de R$ 60 a R$ 80 milhões na compra da vacina. "A palavra de ordem será combater o coronavírus. Isso continuará sendo feito, reforçando sempre que for preciso o sistema de saúde. Faremos tudo para imunizar o mais rápido possível a nossa população. Não importa a origem da vacina, o que importa é sua eficácia e segurança."

Emocionado, Bruno lembrou o início de sua trajetória como estagiário da Câmara, há 23 anos, e agradeceu o antecessor, ACM Neto (DEM), e comentou que os vereadores têm "grande importância para o processo democrático" de uma gestão pública.

A cerimônia de posse do prefeito, da vice-prefeita, Ana Paula Matos (PDT), e 43 vereadores, foi iniciada às 15 horas, com trinta minutos de atraso. O DEM é a sigla com a maior bancada na Câmara Municipal da capital baiana, com sete vereadores. Os eleitos assumiram o cargo para a legislatura 2021-2024.