PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Boa Vista elege prefeito com 70,7 pontos de vantagem

Outras quatro capitais deram mais de 40 pontos de vantagem para os prefeitos, eleitos no primeiro turno

Catalina Leite
14:02 | 30/11/2020
Alguns prefeitos conseguiram maioria suficiente de votos mesmo concorrendo mais de dez candidatos.  (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Alguns prefeitos conseguiram maioria suficiente de votos mesmo concorrendo mais de dez candidatos. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Diferente de Fortaleza, várias capitais tiveram eleições consideradas tranquilas para os vencedores. Em Boa Vista (RR), por exemplo, o candidato Arthur Henrique (MDB) foi eleito prefeito com 85,36% dos votos, contra 14,64% de Ottaci Nascimento (Solidariedade). A vantagem foi de 70,7 pontos percentuais, a maior entre todas as capitais do Brasil.

Parte da popularidade de Henrique, atual vice-prefeito de Boa Vista, vem da aprovação da prefeita Teresa Surita, também do MDB. Na prefeitura desde 2012, Teresa tem 76% de taxa de aprovação, segundo pesquisa Ibope do dia 16 de novembro. Assim, o vencedor configurava como o favorito desde o primeiro turno. Na ocasião, Arthur Henrique teve 49,64% dos votos, enquanto Ottaci teve apenas 10,59%. A cidade estava escolhendo entre 11 candidatos à Prefeitura.

Mais outras quatro capitais elegeram prefeitos com folga: Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Salvador (Bahia) e Campo Grande (MTS). Em BH, a vantagem foi de 53,4 pontos para Alexandre Kalil, do PSD, reeleito com 63,36% dos votos. Enquanto isso, Bruno Engler (PRTB) ganhou somente 9,95% dos votos, o que corresponde a 123.215 eleitores.

 

Em Curitiba, Rafael Greca (Democratas) se reelegeu com 59,74% dos votos válidos, 46,5 pontos à frente do segundo lugar, Jorge Brand (PDT), que teve 13,26% dos votos. Greca venceu já no primeiro turno, competindo contra outros 15 candidatos.

Também no primeiro turno, Salvador elegeu Bruno Reis (Democratas) com 45,3 pontos a mais que o segundo lugar, Major Denice (PT). Reis alcançou 64,20% votos, maior taxa de votos válidos entre as capitais brasileiras no primeiro turno.

Campo Grande também elegeu de primeira. Marquinhos Trad, do PSD, foi reeleito com 52,58% dos votos válidos. A vantagem foi de 41 pontos em relação ao segundo lugar, Promotor Harfouche (Avante). Contra Trad, concorriam outros 14 candidatos. Todos os dados eleitorais são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

LEIA TAMBÉM | Os 57 prefeitos eleitos nesse domingo de segundo turno

Resultado das Eleições 2020 no Ceará: com fim do 2º turno, veja lista com todos os prefeitos eleitos

Os números que contam a história das Eleições 2020 em Fortaleza