PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Número de pessoas trans eleitas vereadoras triplica em relação a 2016

Na última eleição municipal, oito pessoas trans foram eleitas; em 2020, número passa a 25, sendo um homem trans e 24 mulheres trans e travestis

Bemfica de Oliva
07:13 | 17/11/2020
Erika Hilton (Psol) foi eleita vereadora com mais de 50 mil votos em São Paulo (SP), sendo a sexta candidatura mais votada da cidade e a mais votada entre as candidaturas de mulheres (Foto: Reprodução/Twitter)
Erika Hilton (Psol) foi eleita vereadora com mais de 50 mil votos em São Paulo (SP), sendo a sexta candidatura mais votada da cidade e a mais votada entre as candidaturas de mulheres (Foto: Reprodução/Twitter)

"Em 2020, eu ser a primeira, significa que as minhas foram mortas antes". Com estas palavras, Erika Hilton (Psol) anunciou a importância e a gravidade de ser a primeira mulher trans eleita vereadora em São Paulo (SP). A representatividade de Erika não vem sozinha: em 2020, foram eleitas 25 pessoas trans às Câmaras Municipais em diversas cidades do Brasil. Com mais de 50 mil votos nas urnas, Erika foi a sexta pessoa mais votada e a a primeira entre as candidaturas femininas na cidade.

 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 

A post shared by

 

LEIA NO O POVO + | Ceará tem seis candidaturas com nome social nas eleições deste ano

O número é mais que o triplo do verificado no último pleito, em 2016, onde oito pessoas trans foram eleitas. Ao todo, um homem trans e 24 mulheres trans ou travestis estarão nas Câmaras Municipais em 2021, em oito estados de quatro regiões do País - apenas o Centro-Oeste não elegeu nenhuma candidatura de pessoas trans.

Entre as pessoas eleitas, há uma considerável amplitude política. Desde partidos de esquerda, que têm evocado as pautas de diversidade, como Psol e PT, até outros com discursos mais conversadores, como Pros e DC, passando por PDT, PSB, PL, MDB, PSDB, Avante e PV.

Dois destaques são de Linda Brasil (Psol), em Aracaju (SE), e Duda Salabert (PDT), em Belo Horizonte (MG). Ambas foram as mais votadas ao Legislativo Municipal em suas cidades. Duda também disputou a eleição ao Senado em 2018 e, apesar de não ter sido eleita, obteve mais de 350 mil votos na ocasião.

Ao todo, foram 294 candidaturas de pessoas trans nas eleições de 2020, incluindo duas para prefeitura e uma para vice-prefeitura. Entre as 291 candidaturas a vereador, há ainda 30 mandatos coletivos, dos quais dois foram eleitos.

Embora a legislação eleitoral brasileira não preveja mandatos coletivos, há a possibilidade de uma pessoa se candidatar com o compromisso de dividir o cargo com outras pessoas. É o caso das candidaturas Quilombo Periférico e Bancada Feminista, ambos eleitas pelo Psol na capital paulista.

Por estes mandatos estão co-vereadoras, respectivamente, Samara Sósthenes e Carolina Iara de Oliveira. Carolina é também a primeira parlamentar intersexo do Brasil. Pessoas intersexo possuem características biológicas que não se alinham necessariamente nem ao masculino nem ao feminino, e muitas vezes passam por mutilações cirúrgicas na infância, além de tratamentos hormonais, para se adequarem a expectativas de gênero binárias.

A representatividade, no entanto, não basta por si só. Segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), foram registrados 127 casos de assassinatos por transfobia no Brasil em 2019, sendo pelo décimo ano seguido o país que mais mata pessoas trans no mundo. Em 2020, até 31 de outubro, já eram 151 assassinatos de pessoas trans no Brasil, número 22% maior que todo o ano anterior.

Veja abaixo a lista completa de candidaturas trans eleitas no Brasil

Thabatta Pimenta – PROS – Canauba do Dantas/RN
Linda Brasil – PSOL – Aracaju/SE
Paulinha da Saude – MDB – Eldorado dos Carajás/PA
Duda Salabert – PDT – Belo Horizonte/MG
Paulette Blue – PSDB – Bom Repouso/MG
Titia Chiba – PSB – Pompeu/MG
Gilvan Masferre – DC – Uberlândia/MG
Kará – PDT – Natividade/RJ
Benny Briolly – PSOL – Niterói/RJ
Regininha Lourenço – AVANTE – Araçatuba/SP
Filipa Brunelli – PT – Araraquara/SP
Anabella Pavão – PSOL – Batatais/SP
Isabelly Carvalho – PT – Limeira/SP
Dandara – MDB – Patrocínio Paulista/SP
Lorim de Valéria – PDT – Pontal/SP
Rebecca Barbosa – PDT – Salesópolis/SP
Tieta Melo – MDB – São Joaquim da Barra/SP
Thammy Miranda – PL – São Paulo/SP
Erika Hilton – PSOL – São Paulo/SP
Carolina Iara – PSOL – São Paulo/SP (co-vereadora pelo mandato coletivo Bancada Feminista)
Samara Sósthenes – PSOL – São Paulo/SP ‬(co-vereadora pelo mandato coletivo Quilombo Periférico)
Brenda Ferrari – PV – Lapa/PR
Yasmin Prestes – MDB – Entre-Ijuis/RS
Maria Regina – PT – Rio Grande/RS
Lins Roballo – PT – São Borja/ RS