PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Sistema do TSE fica sem atualização de contagem de votos por mais de uma hora

O TSE garantiu que a demora não está relacionada com qualquer ocorrência que possa colocar em risco a transparência, validade e o caráter democrático das eleições

Alan Magno
19:59 | 15/11/2020
Em nota divulgada pelo TSE, a pasta garantiu que os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente e que o que está ocorrendo é apenas uma lentidão na divulgação dos votos computados (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)
Em nota divulgada pelo TSE, a pasta garantiu que os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente e que o que está ocorrendo é apenas uma lentidão na divulgação dos votos computados (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)

Os números de votos para prefeito e vereadores das Eleições 2020 estiveram sem atualização na plataforma de resultados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por mais de uma hora. Divulgação está voltando aos poucos.  

No Ceará, alguns municípios do interior ficaram cerca de duas horas sem atualização na contagem dos votos na plataforma. 

Em nota divulgada pela pasta, o Tribunal garantiu que: “Os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente pelo banco de totalização, que está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto”.

O TSE garantiu que a demora não está relacionada com qualquer ocorrência que possa colocar em risco a transparência, validade e o caráter democrático das eleições. Sendo assim, as Eleições 2020 seguem totalmente válidas e seguras.

O Tribunal destaca ainda que acionou o setor técnico e que estão trabalhando em soluções para normalizar a divulgação da contagem dos votos. “Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã”, completou a pasta.

ATAQUES HACKERS AO TSE

 

Os bancos de dados do Tribunal Superior Eleitoral foram alvos de um ataque cibernético neste domingo, 15, de eleições. O ataque foi mal sucedido, segundo a pasta, que reconheceu múltiplos acessos pela internet, com o objetivo de tirar o site do TSE do ar. A tentativa, segundo a pasta não foi bem sucedida, e resultou apenas em uma lentidão nos servidores que foi normalizado no decorrer do dia.

Também hoje, 15, um grupo de hackers expôs dados do TSE em links para download. A ação foi reconhecida pelo Tribunal, mas os especialistas ouvidos pelo Comprova, em parceria com O POVO, foram unânimes em avaliar que se tratam de dados administrativos antigos ou mesmo informações públicas, disponíveis no Portal da Transparência. Os bancos de dados acessados não teriam, portanto, nenhuma relação com as eleições.

“Esse vazamento não é produto de um ataque atual, é um ataque antigo, que ainda não fomos capazes de precisar quão antigo, se antigo de 10 dias ou antigo de cinco anos”, disse Barroso em sua primeira entrevista coletiva dada a partir do TSE durante o primeiro turno das eleições municipais. Ele acrescentou que tais tentativas de invasão são “bastante comuns” e que essas duas específico, provavelmente teriam origem de fora do Brasil.

Com Agência Brasil