PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Carlos Sampaio (DEM) é reeleito prefeito da cidade de Amapá

Candidato do DEM recebeu 3195 votos válidos e foi eleito com 62,37% na cidade. O Estado enfrenta o 13º dia de apagão em 13 dos 16 municípios

22:46 | 15/11/2020
Carlos Sampaio (DEM) é reeleito (Foto: Divulgação)
Carlos Sampaio (DEM) é reeleito (Foto: Divulgação)

Carlos Sampaio foi reeleito para a prefeitura da cidade Amapá neste domingo (15), com 62,37% dos votos válidos. O médico derrotou Natan Lage (PP), que ficou em segundo lugar, com 32,44% (1.662 votos). Seu vice é Ozeas, do PL, que tem 40 anos. A chapa de Carlos faz parte da coligação "Trabalho e União Pelo Amapá", formada pelos partidos PDT, PL e DEM. O Estado enfrenta o 13º dia de apagão devido a um incêndio que atingiu a subestação de energia no último dia 3 de novembro.

A eleição na cidade teve 18,44% de abstenção, 0,75% votos brancos e 2,57% votos nulos. Apesar da situação de calamidade pública enfrentada pelo Estado, apenas as eleições na capital, Macapá, foram adiadas, o que concentra 56% do eleitorado do Amapá. Na capital, após a suspensão da votação decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Justiça Eleitoral do Amapá decidiu por transferir a data da votação para 13 de dezembro.

A cidade fica no estado de mesmo nome, no Amapá, que está passando por um racionamento de energia que, segundo a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), deve perdurar até 26 de novembro.



ELEIÇÕES 2020

Todo cidadão brasileiro alfabetizado, maior de 18 anos e legalmente capaz é obrigado a votar. O voto é facultativo para os eleitores analfabetos, os maiores de 70 anos, e os que têm entre 16 e 18 anos. Aqueles que não compareceram às urnas neste domingo devem justificar a ausência dentro do prazo estimado pela Justiça eleitoral, caso contrário ficará impossibilitado de emitir passaporte e carteira de identidade entre outras coisas. 

LEIA MAIS | O que acontece se o eleitor não votar? Saiba como justificar ausência

Diante da pandemia do novo coronavírus, o processo eleitoral no Ceará passou por algumas mudanças de horário e de protocolos sanitários. Como a expansão do horário de votação, que passou a ser das 7h às 17 horas. Sendo o intervalo de 7h às 10h, preferencialmente dedicado para eleitores e eleitoras com mais de 60 anos e/ou que integram o grupo de risco da Covid-19. Além disso, em virtude do novo vírus, o candidato eleitoral de 2020 precisou ser alterado ainda em julho, por conta da crise gerada pela Covid-19.

A candidatura de vereadores cearenses

Além de candidatos ao Paço Municipal, são cerca de 1,3 mil candidatos ao posto de vereador ou vereadora em Fortaleza. No Ceará, o número se aproxima de quase 16 mil concorrentes. Mas o que de fato um vereador pode ou não prometer?


SAIBA MAIS

>> Auxílio emergencial: Ceará tem 166 candidatos com patrimônio acima de R$300 mil na lista de beneficiários

>> Confira os resultados de todas as pesquisas para prefeito de Fortaleza

>> Descubra quem é favorito nas maiores cidades do Ceará e em capitais pelo Brasil

>> ACOMPANHE AQUI A COBERTURA POLÍTICA FEITA PELO O POVO