PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Capitão Wagner diz que é necessário fortalecer votos para ganhar eleições no primeiro turno

O cenário da disputa eleitoral foi divulgado nesse sábado, 17, por meio da primeira pesquisa O POVO/Datafolha para a eleição em Fortaleza

10:27 | 18/10/2020
Capitão Wagner esteve em carreata na manhã deste domingo, 18,. no bairro Pirambu (Foto: Fábio Lima)
Capitão Wagner esteve em carreata na manhã deste domingo, 18,. no bairro Pirambu (Foto: Fábio Lima)

Apontado em primeiro lugar nas intenções de votos para Prefeitura de Fortaleza, com 33%, Capitão Wagner (Pros) disse na manhã deste domingo, 18, em carreata junto a apoiadores no bairro Pirambu, que é necessário fortalecer os votos para chegar no segundo turno ou ganhar as eleições no primeiro. Candidato também citou criação de gabinete do ódio contra ele. O cenário da disputa eleitoral foi divulgado nesse sábado, 17, por meio da primeira pesquisa O POVO/Datafolha para a eleição em Fortaleza. Na sequência vem a ex-prefeita Luizianne Lins (PT), com 24%, e José Sarto (PDT), com 15%.

Segundo o candidato do Pros, a pesquisa é um retrato do momento das intenção de votos. “A pesquisa é a que mais se parece com nossas pesquisas internas e a gente ficou muito feliz com o resultado. Isso nos dá uma responsabilidade ainda maior porque a gente entende que a pesquisa é um retrato de intenção de votos”, destaca.

Leia Também | Pesquisa Datafolha Fortaleza: Capitão Wagner 33%, Luizianne 24% e Sarto 15%

O candidato à Prefeitura também relatou a presença de um gabinete do ódio contra ele. “Já está muito claro para gente que foi criado um gabinete do ódio do lado de lá. Vídeos são editados, compartilhados nas redes sociais de forma muito forte e intensa. Essa estrutura não é espontânea, ela é paga e que agente espero a que a polícia federal e as instituições possam fiscalizar o que está acontecendo”, pontua.

 

Com informações do repórter Filipe Pereira