Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Camilo faz movimentos sobre eleição em Fortaleza e aparenta não ter intenção de ficar neutro

Jornalistas do O POVO debatem os últimos acertos para as eleições em Fortaleza
20:10 | Set. 02, 2020
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A provável divisão da base aliada em Fortaleza cria problemas para o governador Camilo Santana (PT). Por isso, ele se movimenta com rara ênfase com vistas à eleição para a Prefeitura da Capital. Na avaliação do jornalista Carlos Mazza, o governador está mais ativo do que de costuma nas articulações eleitorais. Exonerou Nelson Martins de seu secretariado para ser alternativa e tem feito várias reuniões com o PT. "Está deixando muito claro para todo mundo: preciso estar livre para apoiar o candidato do grupo". O assunto é um dos temas do episódio 96 do podcast Jogo Político.

Ouça o podcast Jogo Político #96:

Há quatro anos, com a base também dividida, Camilo ficou neutro no primeiro turno. Repetiria o movimento? Editor de Política do O POVO, Guálter George concorda que Camilo demonstra disposição para jogar esse jogo. Acredita que ele tentaria participar da campanha, mas sem declaração explícita de voto que significasse infidelidade partidária - ou seja, sem apoiar explicitamente o PDT com o PT tendo candidata. Daria um pouco mais de trabalho.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Carlos Mazza aponta que a temperatura política não deixa muita margem para neutralidade. Basta lembrar que, há alguns meses, o senador Cid Gomes jogou uma retroescavadeira contra policiais amotinados e foi baleado. "Eleição não vai ter espaço para isso", acredita Mazza sobre uma eventual postura distanciada de Camilo.

Definições sobre a eleição em Fortaleza

Setembro é o mês em que o cenário eleitoral de Fortaleza se define e a campanha para prefeito e vereadores começa. A oposição fará seus últimos acertos e a base governista tomará suas principais decisões. Novamente as decisões são tomadas em cima da hora pelos Ferreira Gomes. O plano mais uma vez dará certo? Mesmo com todo o quadro atípico de pandemia? Os jornalistas do O POVO tentam responder.

Na parte final, o Jogo Político também aborda o cenário nacional, com Jair Bolsonaro prorrogando o auxílio emergencial - agora de R$ 300, com o resultado do PIB mostrando o tamanho da recessão no País e, também, com a promessa do presidente de propor uma reforma administrativa.

Participam do Jogo Político 96 os jornalistas Guálter George, editor de Política e colunista do O POVO; Carlos Mazza, repórter e colunista; e Érico Firmo, editor e colunista do O POVO.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags