PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Passar a boiada": Alexandre de Moraes envia à PGR pedido de investigação contra Ricardo Salles

O caso se refere à reunião ministerial do dia 22 de abril, quando o ministro fala em utilizar a pandemia para "passar a boiada" nas mudanças das regras ambientais

17:22 | 09/07/2020
Para Salles, foco da mídia na pandemia é
Para Salles, foco da mídia na pandemia é "oportunidade" para reduzir exigências ambientais (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira, 9, que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre um pedido de parlamentares para que seja aberto um inquérito sobre declarações do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

O caso se refere à reunião ministerial do dia 22 de abril, quando o ministro alertou colegas sobre o que considerava ser uma oportunidade trazida pela pandemia da Covid-19. Na ocasião, Salles falou aos presentes sobre utilizar a pandemia para “passar a boiada” nas mudanças das regras ambientais.

“Então para isso precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid, e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas”, disse o ministro.

No pedido de abertura de inquérito, deputados e senadores afirmaram que mudar regras ambientais em favor de interesses privados pode ser enquadrada como crime pelo Código Penal. Eles solicitam ainda o afastamento de Salles “para que se evitem maiores danos ambientais imensuráveis, na linha do princípio da precaução em matéria ambiental”.