PUBLICIDADE
Política
Noticia

Coronavírus no Ceará: parlamentares articulam credenciamento de novas UTIs

Parlamentares estudam videoconferência com o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, para tratar de novas demandas

17:51 | 20/04/2020
Senadores durante votação virtual
Senadores durante votação virtual (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)

O governador do Ceará Camilo Santana (PT) se reuniu nesta segunda-feira, 20, por meio de videoconferência, com deputados federais e senadores cearense para discutir ações de combate ao coronavírus no Ceará. O encontro com a bancada contou com a participação de 22 congressistas, além do secretário da Saúde do Estado, dr. Cabeto, e do médico José Xavier Neto, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

O senador Cid Gomes (PDT) afirmou que encaminhará, em paralelo ao líder da bancada, deputado Domingos Neto (PSD), solicitação de videoconferência com o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, para reforçar a demanda por validação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). “Vamos objetivar junto ao Ministério da Saúde o credenciamento das UTIs, muitas que já estão até funcionando. Essa é uma reivindicação mais do que justa porque o Ceará é um dos quatro estados que mais têm casos”, disse o ex-governador do Estado.

Nesta segunda, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou a liberação de mais 54 leitos para pacientes com o novo coronavírus nas UTI’s do Instituto José Frota 2 (IJF-2). A informação foi passada durante transmissão na página dele no Facebook, na tarde desta segunda-feira, 20.

A deputada federal Luizianne Lins (PT) alertou para a preocupação com a alta taxa de mortalidade proporcional em Fortaleza — segunda do Brasil — e o início dos impactos da chegada do vírus nas periferias e no Interior do Estado. “Essa doença já chegou em todos os bairros e Fortaleza tem o maior adensamento demográfico do Brasil. É difícil inclusive o distanciamento social por isso. Chamei muito atenção, pois os Cras e Creas devem está funcionamento na área assistencial, principalmente quando isso tomar conta da periferia e do Interior” afirmou.

O governador Camilo Santana aproveitou para reforçar a importância da renovação do decreto de isolamento social por mais 15 dias, anunciado na noite de domingo, 19. “Nossa prioridade tem sido preservar a vida dos cearenses e minimizar os efeitos da pandemia para nossa população, procurar acolher os mais pobre e mais vulneráveis do estado”. Segundo o chefe do Executivo, as ações estão sendo tomadas de acordo com a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >