PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Não vou tolerar qualquer desvio de conduta" afirma Sarto sobre briga entre deputados

Em resposta ao deputado André Fernandes (PSL), o presidente da Assembléia afirmou que, caso haja representação no Conselho de Ética "o rito será igual para todos".

Filipe Pereira
12:15 | 12/03/2020
José Sarto, deputado e presidente da Assembléia Legislativa do Ceará
José Sarto, deputado e presidente da Assembléia Legislativa do Ceará (Foto: MAURI MELO/O POVO)

O presidente da Assembléia Legislativa do Ceará, José Sarto (PDT), manifestou-se na manhã desta quinta-feira, 12, sobre a briga entre dos deputados Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB). Os parlamentarem brigaram na mesa diretora da Assembleia Legislativa e suspenderam a sessão na última terça-feira, 10.

Em resposta a indagação de André Fernandes sobre o caso, Sarto afirmou que não vai não vai tolar "qualquer desvio de conduta".  "Não há e não haverá dois pesos e duas medidas. Eu reputo muito séria a situação que aconteceu aqui. Em havendo representação pode ter certeza que o rito será igual para todos“, disse o presidente.

Há dois dias, Leonardo havia feito discurso criticando o deputado federal Domingos Neto (PSD), relator do Orçamento da União, acusado de usar a relatoria para pressionar o governo. Mãe de Domingos, a deputada Patrícia Aguiar (PSD) respondeu às críticas. Leonardo pediu aparte, mas não foi concedido. Na sequência, o deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) falava sobre outro assunto e Leonardo voltou a pedir a palavra, que não foi concedida. Ele então reclamou que estaria sendo censurado. Baquit tomou as dores e começou a briga.

Os dois deputados foram contidos por assessores e colegas para que não houvesse confronto físico.