PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Regina Duarte demite presidente da Funarte que afirmou que 'rock leva ao aborto e ao satanismo'

No Diário Oficial desta segunda, foram anunciadas as demissões de seis pessoas, entre eles o presidente da Funarte, Dante Mantovani

12:04 | 04/03/2020
Imagem de Dante à época da publicação do vídeo onde diz que rock leva ao aborto, satanismo e drogas
Imagem de Dante à época da publicação do vídeo onde diz que rock leva ao aborto, satanismo e drogas (Foto: Reprodução/YouTube)

O presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) indicado na gestão de Roberto Alvim na Secretaria Especial da Cultura foi demitido por Regina Duarte nesta quarta-feira, 4. O maestro Dante Mantovani teve sua exoneração publicada no Diário Oficial da União, junto com a nomeação de Regina para o comando da Cultura do governo de Bolsonaro.

As informações são do O Globo.

Dante foi nomeado em dezembro do ano passado. À época, ele chamou atenção por afirmar que o rock leva ao aborto, satanismo e drogas. "O rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo", disse Mantovani em um vídeo.

O maestro é aluno do Olavo de Carvalho, ideólogo de direita. Dante endossa teorias de que agentes comunistas infiltrados na CIA foram responsáveis por distribuir LSD para jovens em Woodstock. Segundo ele, objetivo final seria destruir a família, vista como "base" do capitalismo.

No Diário Oficial de hoje foi anunciada a demissão de seis pessoas, entre eles o presidente da Funarte Dante Mantovani - que fez críticas ao rock - e o do Instituto Brasileiro de Museus.

Veja a lista dos exonerados

> Paulo Cesar Brasil do Amaral - presidente do Instituto Brasileiro de Museus

> Reynaldo Campanatti Pereira - secretário da Economia Criativa

> Rodrigo Maximiano Junqueira - secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural

> Camilo Calandreli - secretário de Fomento e Incentivo à Cultura

> Marcos de Almeida Villaça Azevedo - secretário de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual

> Dante Henrique Mantovani - presidente da Fundação Nacional de Artes - Funarte.

Regina Duarte é atacada pelos apoiadores de Bolsonaro na internet no dia de sua posse

A atual secretária da pasta de Cultura, a atriz Regina Duarte, vem sendo duramente criticada na internet na manhã de sua posse no cargo, marcada para esta quarta, às 11 horas, no Palácio do Planalto.

No Twitter, o assunto amanheceu como um dos mais comentados, chegando ao primeiro lugar com a hashtag #fora Regina.

Regina vem sendo alvo, principalmente, da ala olavista do governo de Jair Bolsonaro. Até Olavo de Carvalho a provocou a desistir de entrar no governo, depois de boatos de demissões de apoiadores do guru do presidente na secretaria, segundo informações do UOL.

As exonerações se confirmaram no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 4. Olavo chegou a postar, na madrugada de hoje, que foi um erro apoiar nomeação de Regina: