PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Eduardo Bolsonaro defende prisão após condenação em 2ª instância

21:11 | 25/10/2019
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu a prisão após condenação em segunda instância, assunto que é discutido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O filho do presidente Jair Bolsonaro evitou fazer correlação entre o resultado do julgamento e possibilidade de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), oponente político do clã presidencial.
"Ninguém quer que um criminoso seja solto. Acho que segunda instância já é tempo suficiente para um processo chegar à verdade necessária para a condenação de alguém", disse o deputado. "A maior parte dos países desenvolvidos, onde há um mínimo de organização social, a prisão ocorre em segunda instância."
Questionado se uma eventual candidatura de Lula, caso o julgamento beneficie o ex-presidente, aumentaria as chances de seu pai em uma eventual candidatura à reeleição, Eduardo disse que "não faz essa análise".
"A gente não pode pensar em se perpetuar no poder, a gente tem de pensar no que é bom para o brasileiro, temos de pensar no que é bom para o Brasil."