PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Governo investe R$ 20,2 milhões em três caminhões de salvamento e combate a incêndios

Governador negociou ainda dois helicópteros para reforço da frota da segurança pública do Estado

12:02 | 19/09/2019
Os novos veículos serão empregados em edificações elevadas e ocorrências de alta complexidade.
Os novos veículos serão empregados em edificações elevadas e ocorrências de alta complexidade. (Foto: Divulgação/ SSPDS)

O governador Camilo Santana (PT) fechou a aquisição de três viaturas do tipo autoescada articulada com a empresa Magirus-Deutz. A negociação aconteceu na última terça-feira, 17, durante visita oficial que o governador faz à Europa. Adquiridos por 4,5 milhões de euros (o equivalente a R$ 20,2 milhões), os caminhões devem reforçar a atuação dos Bombeiros nas ocorrências de salvamento e combate a incêndios no Ceará. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o Ceará possui duas autoescadas, que ficam na sede dos Bombeiros, em Fortaleza. Com as três viaturas, a corporação deverá atuar de forma mais efetiva no Estado. Um dos novos equipamentos deve ser destinado para a Região Norte, em Sobral; outro para a Região do Cariri, em Juazeiro; e o terceiro para reforçar a atuação na Capital e Região Metropolitana.

Um dos equipamentos já está a caminho do Ceará, por transporte marítimo, e foi adquirido com recursos do Fundo de Segurança Pública e Defesa Social (FSPDS). Os outros dois deverão chegar ao Estado no próximo ano.

Reforço na Segurança Pública

Ainda na Alemanha, Santana tratou da aquisição de dois helicópteros Airbus para a frota da segurança pública do Estado. As aeronaves se unirão aos equipamentos já disponíveis na Coordenadoria Integrada de Operações Policiais (Ciopaer).

“A ideia é que toda a aeronave esteja em qualquer ponto do estado o mais rápido possível. Com essa estrutura, conseguiremos dar respostas mais rápidas e garantir a segurança do povo cearense”, explicou Camilo Santana.

A Ciopaer possui quatro bases fixas no Estado (nos municípios de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral e Quixadá) com pilotos, tripulantes operacionais, mecânicos, apoio solo e profissionais de saúde do Samu Ceará. O trabalho feito envolve não só operações policiais e de segurança pública, mas também resgates, transportes aeromédicos e monitoramento ambiental.

Com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social