PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Universidades que aderirem ao Future-se primeiro "serão premiadas", diz secretário do MEC

Segundo secretário Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, as instituições que não aderirem "não serão penalizadas". É o caso da UFC

Wanderson Trindade
16:37 | 19/08/2019
Lima Junior era um dos principais auxiliares do ministro da educação, Abraham Weintraub. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Lima Junior era um dos principais auxiliares do ministro da educação, Abraham Weintraub. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Arnaldo Barbosa de Lima Júnior afirmou que as universidades federais que aderirem ao Future-se primeiro devem “ser premiadas”. Ele informou ainda que as instituições que não adotarem o projeto do Governo Federal, “não serão penalizadas”. A Universidade Federal do Ceará (UFC) está entre as que decidiram não aderir.

A declaração de Arnaldo Lima Júnior aconteceu nesta segunda-feira, 19, durante o 3º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, em São Paulo, onde participa do painel que discute “As universidades em tempos de conflito”.

Sem mais detalhes sobre o projeto, que ainda está em fase de consulta, o secretário se restringiu a dizer que aquelas instituições que não aderirem ao Future-se “não serão penalizadas”. “Mas as que aderirem primeiro serão premiadas”, completou.

Em coletiva de imprensa, ele comentou sobre as universidades federais que já recusaram a aderir ao projeto. Arnaldo destacou a “visão plural” como o que há “de melhor nas universidades”. “Então têm muitas pessoas que são a favor (do Future-se) e muitas que ainda precisam entendê-lo”, declarou, informando ainda que “esse momento é uma fase de consulta pública”.

“Só depois de aprovado é que podemos fazer a fase de adesão. Este momento precisa de aperfeiçoamento”, comunicou.

Reitor da UFC

Ainda sem ter nomeado o próximo reitor da UFC, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) estaria analisando a lista tríplice enviada pelo Conselho Universitário (Consuni). Segundo da lista, Cândido Albuquerque se encontrou recentemente com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para “tomar um café”.

Questionado se confirmaria Cândido como o escolhido para novo reitor da UFC, Arnaldo Lima desviou da pergunta e disse: “Quem confirma é o Diário Oficial.”

Com informações de Adailma Mendes, enviada a São Paulo