PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro acusa governadores do Nordeste de quererem dividir o Brasil

"Se não todos, a maioria dos nove governadores do Nordeste quer começar a implementar a divisão do Nordeste contra o resto do Brasil", afirmou. Ele disse ainda que quem não lê jornal não está desinformado. Desinformado está quem lê

15:00 | 06/08/2019
(Foto: AFP)

Durante passagem pela Bahia nessa segunda-feira, 5, o presidente Jair Bolsonaro  afirmou que o responsável pela divisão do país foi o PT, e que agora a maior parte dos governadores do Nordeste quer fazer com que a região se volte contra o restante do País. "Nós temos de nos unir. Agora mesmo estão tendo indícios de que, se não todos, a maioria dos nove governadores do Nordeste quer começar a implementar a divisão do Nordeste contra o resto do Brasil", afirmou, em entrevista ao Estado de S.Paulo.

LEIA TAMBÉM | Você sabia que o Nordeste já fez uma guerra com intenção de se separar do Brasil? Saiba como foi

Após captação de áudio em que se refere ao Nordeste como "Paraíba" e a Flávio Dino (PcdoB), governador do Maranhão, como "o pior deles" (dos governadores), Bolsonaro tem feito esforços para melhorar a imagem com a região. É a sua segunda viagem para a Bahia em menos de um mês. A primeira ida foi no dia 23 de junho, para inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista. Em entrevista a jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada, no dia 20 de julho, ele negou ter tido a intenção de ser preconceituoso. O "de Paraíba", segundo Bolsonaro, foi uma crítica a Flávio Dino e João Azevêdo (PSB), governador da Paraíba.

Perguntado pelo Estado sobre seus discursos polêmicos e o fato de usar palavrão, ele afirmou que as pessoas já sabiam que ele era assim desde a campanha. “Minha maneira de ser sempre foi essa”, declarou. “Não há diferença do que eu pensava na campanha e do que eu penso agora. [...] A gente procura se polir um pouco mais, mas acontece”.

Leitura de jornais

Ainda na entrevista, declarou acreditar que quem lê jornal está desinformado. "Essas palavras aqui não são minhas, mas eu assino embaixo: “Quem não lê jornal não está informado. Quem lê está desinformado”", disse. Ele afirmou que não precisa procurar sites para saber se há uma boa ou má notícia sobre ele. Aas próprias pessoas o informam por WhatsApp. "Eu não preciso procurar o site O Estado de S. Paulo, por exemplo, para saber se tem uma boa ou má notícia lá. Alguém vai passar para mim".

Listen to "#45 - Bolsonaro conseguirá o apoio dos nordestinos?" on Spreaker.